Publicidade

Faculdade Solidária: ESAB oferta 1.200 bolsas integrais de graduação a distância

  • em


Inscrições para o processo seletivo da primeira fase estão abertas e vão até 31 de agosto.

Pessoas de todo o país podem se candidatar.

 

Em uma iniciativa inédita no Brasil, a Escola Superior Aberta do Brasil (ESAB) está disponibilizando 1.200 bolsas de estudo integrais para três cursos superiores ofertados na modalidade a distância (EAD): Administração Pública (bacharelado), Logística (tecnólogo) e Recursos Humanos (tecnólogo).
Intitulada Faculdade Solidária, a ação visa contribuir com a manutenção da empregabilidade dos profissionais que precisam se adaptar à nova realidade pós-pandemia, além de possibilitar que indivíduos de baixa renda pavimentem um caminho profissional.

O projeto surgiu a partir do entendimento da instituição de que não poderia ficar alheia aos enormes impactos socioeconômicos ocasionados pela pandemia de Covid-19. “Acreditamos na educação como elemento fundamental não apenas para a retomada do crescimento, mas para a construção de uma nação mais justa, ética e igualitária. Por isso, não poderíamos nos furtar da nossa responsabilidade social justamente quando ela é mais necessária”, explica o diretor geral da instituição, Nildo Ferreira.

 

Sobre o projeto

 

Dividido em quatro fases, o Faculdade Solidária distribuirá 300 bolsas de estudo integrais em cada uma delas, sendo 100 para cada curso ofertado. As inscrições para a primeira fase já estão abertas e vão até 31 de agosto.

Podem concorrer pessoas de qualquer localidade brasileira que não possuam curso superior (completo ou incompleto) e não sejam beneficiadas por programas de custeio educacional mantidos pelos governos federal, estadual e municipal.

Para isso, o candidato precisa preencher o formulário disponibilizado no site da ESAB, bem como o questionário socioeconômico. Ambas etapas são obrigatórias e eliminatórias. Na sequência, será realizada uma prova de redação (classificatória).

Os selecionados serão anunciados no dia 11 de setembro de 2020.

  • Compartilhe