“Há crianças passando fome, empresas faliram, desemprego nas alturas e  Bolsonaro, o  genocida, está no Palácio do Planalto por causa da Lava Jato: esse jogo não acabou. A luta continua!”, disse

 

 

O ex-ministro nos governos Lula e Dilma, ex-deputado federal e ex-presidente Nacional do PT, Ricardo Berzoini, divulgou, no início da noite desta segunda-feira (8),  uma nota em vídeo esclarecendo a decisão do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), de anular os processos contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na Operação Lava Jato.

 

 

Confira, a nota, a seguir:

 

 

Justiça tardia não é justiça. Por conta dessa inação do Supremo Tribunal Federal (STF) que não julgou o habeas corpus de Lula por 2 anos – acho que nunca na história judicial do planeta, um habeas corpus, que é um instrumento de urgência, ficou tanto tempo sem julgamento. A Operação Spoofing revelou tudo que há de podre na relação entre alguns ministros do Supremo e a Lava Jato. E da relação entre a Lava Jato e o juiz Moro. É bom lembrar: a Lava Jato é uma operação do Ministério Público Federal e o juiz não tem o direito de querer dirigir operação que ele tem de julgar.

 

 

Então, a decisão do Fachin é para livrar a cara de Sérgio Moro e Deltan Dallagnol. É uma decisão para tentar colocar um ponto neste momento. Mas, ao remeter os autos para a Justiça de Brasília, ele indica espada de dâmocles sobre a cabeça de Lula, ainda que os prazos, certamente, não serão os prazos à jato da Operação Lava Jato.

 

 

Acho que tem de se recorrer da parte final do despacho de Fachin onde ele declara perda de objeto do habeas corpus de Lula porque não perdeu o objeto: crianças estão passando fome agora por causa da Lava Jato, empresas faliram, o desemprego está nesta altura por causa da Lava Jato e o Bolsonaro, o genocida, está no Palácio do Planalto por causa da Lava Jato. Esse jogo não acabou. Ele tem de continuar. O Brasil não pode continuar produzindo farsas para resolver problemas políticos graves como este, que é um problema judicial e político.

 

 

Por isso, a luta continua. Vamos à luta Lula livre e pela prisão de Moro, Dallagnol e da corja toda do Ministério Público Federal de Curitiba.

 

https://www.facebook.com/100003153461883/videos/3774522975996114/