Publicidade

Exército mudou status de Bolsonaro para permitir filha em colégio militar

  • em



Status militar do presidente da República foi alterado de ‘capitão reformado’ para capitão da reserva; processo sobre matrícula de Laura Bolsonaro foi colocado sob sigilo

 

O Exército modificou o status militar do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de capitão reformado para capitão da reserva. A  manobra foi feita para permitir a matrícula excepcional da filha Laura Bolsonaro, de 11 anos, no Colégio Militar de Brasília sem ela precisar passar por um processo seletivo. As informações são da Folha de S. Paulo.

 

O processo sobre a matrícula da filha caçula de Bolsonaro foi colocado em sigilo pelo Exército até que acabe o mandato do atual presidente.

 

O Exército modificou o status militar do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de capitão reformado para capitão da reserva. A  manobra foi feita para permitir a matrícula excepcional da filha Laura Bolsonaro, de 11 anos, no Colégio Militar de Brasília sem ela precisar passar por um processo seletivo. As informações são da Folha de S. Paulo .

 

 

O processo sobre a matrícula da filha caçula de Bolsonaro foi colocado em sigilo pelo Exército até que acabe o mandato do atual presidente.

Segundo a Força Armada, “foram satisfeitas as condições estabelecidas” na legislação vigente, “considerando que Bolsonaro é capitão da reserva do Exército brasileiro”.

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *