Publicidade

Estado interdita a principal via de comércio de São Luís (MA)

  • em


O governo do Maranhão fechou hoje a principal rua de comércio de São Luís, desde as primeiras horas da manhã. A rua Grande vinha sendo um dos principais pontos de aglomeração da capital. A medida foi anunciada ontem à noite pelo próprio governador, através do Twitter.

 

Segundo a Secretaria de Comunicação e Articulação Política, “a fiscalização está sendo exercida pela Vigilância Sanitária Estadual e pelo Procon-MA. A Polícia Militar está disciplinando o fluxo de pessoas no acesso a locais com funcionamento permitido, além de orientar ambulantes sobre a impossibilidade de comercializar produtos. A medida tem prazo indeterminado”.

 

O governador utilizou seu Twitter logo após a divulgação do boletim epidemiológico de ontem. A situação de ocupação de 100% dos leitos de terapia intensiva na rede estadual da capital foi superada, com a entrada em operação de 27 novos leitos de UTI exclusivos para a covid-19, mas a situação continua preocupante. O índice de ocupação é de 79,87%, de acordo com o boletim de ontem.

 

Os dados de ontem são os seguintes: casos confirmados – 3.190 (386 nas 24 horas anteriores); óbitos – 184 (dos quais 18 de terça para a quarta); municípios com pelo menos um caso – 78 (eram 71 no boletim anterior). O governo espera abrir novas vagas de UTI e clínicos ainda está semana.

 

A tendência é de haver novas medidas de endurecimento, inclusive havendo possibilidade de decretação de lockdown nos quatro municípios da ilha da capital. Ontem, o governo divulgou correspondências do setor hospitalar, onde a medida é sugerida de forma explícita. Hoje, jornalistas e blogueiros alinhados à administração estadual também recomendaram maior rigor nas medidas de restrição à mobilidade.

  • Compartilhe