Publicidade

Especuladores temem derrota de Bolsonaro após ataque de Jefferson e derrubam ações da Petrobras e BB

  • em



Ataque especulativo aconteceu porque Paulo Guedes já teria prometido privatizar, no ano que vem, o Banco do Brasil. Petrobras é a segunda estatal na lista. Com Lula, privatizações serão descartadas

 

 

 

As ações da Petrobras e do Banco do Brasil sofreram um ataque de especuladores nesta segunda-feira (24) por medo de que o ataque com fuzil e granada de Roberto Jefferson, presidente de honra do PTB, sepulte definitivamente quaisquer chances de vitórias de Jair Bolsonaro (PL).

 

 

A derrubada do valor das ações das duas empresas estatais se dá porque os especuladores apostam na vitória de Bolsonaro para privatização das duas estatais.

 

 

Informações vazadas na última semana revelam que o ministro da Economia, Paulo Guedes, já teria prometido vender o Banco do Brasil ainda em 2023, caso Bolsonaro seja reeleito. A Petrobras seria a segunda na lista de privatizações.

 

 

Com a vitória de Lula (PT), especuladores sabem que quaisquer tentativa de venda das duas estatais será cancelada.

 

 

Por volta das 11h40, o Ibovespa operava em queda de 2,18%, aos 117.311 pontos. A ação preferencial (PETR4) da Petrobras caía 5,83%, aos R$ 35,53; e a ordinária (PETR3) recuava 6,23%, para R$ 38,97 – ambas estavam entre os maiores recuos do índice.

 

 

Já Banco do Brasil ON (BBAS3) perdia 5,24%, para R$ 42,34. A estatal caía mais do que seus pares privados, como Itaú PN (-3,99%) e Bradesco PN (-3,47%). BB Seguridade ON tinha recuo menor, de 0,72%.

 

 

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *