Publicidade

Enquanto Bolsonaro se reúne com governadores, pedido coletivo de impeachment é apresentado na Câmara

  • em


Reprodução do Facebook, durante transmissão do ato de pedido de Impeachment, na Câmara

 

Na manhã desta quinta-feira (21/5), enquanto o presidente Jair Bolsonaro participa de uma reunião virtual com os governadores dos estados e do Distrito Federal, um pedido coletivo de impeachment é apresentado na Câmara dos Deputados.

 

Por videoconferência, os governadores cobram de Bolsonaro ajuda federal concreta e o estabelecimento de critérios científicos para a adoção de medidas de enfrentamento ao novo coronavírus. No mesmo momento, só que presencialmente, entidades, organizações da sociedade civil, partidos políticos e personalidades nacionais pedem o afastamento do presidente da República.

 

Entre os signatários do pedido de impeachment estão Associação Brasileira de Economistas pela Democracia, Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Articulação dos Povos Indígenas do Brasil, Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação, Central de Movimentos Populares, Marcha Mundial de Mulheres, Movimento das Mulheres Camponesas, Andes – Sindicato Nacional, Fasubra, Movimento Negro Unificado, Associação Brasileira de Travestis e Transexuais, entre outros. Também firmaram o pedido os ex-ministros da Justiça Tarso Genro, José Eduardo Cardozo e Eugênio Aragão, além de juristas como Celso Antonio Bandeira de Melo, Lênio Streck, Pedro Serrano e Carol Proner.

  • Compartilhe