Publicidade

Enfim, juiz do DF atende determinação do STF e libera para Lula mensagens de Moro e Dallagnol

  • em


O juiz de plantão na 10ª Vara Federal Criminal do Distrito Federal, Gabriel Zago Capanema de Paiva, enfim, acatou a decisão do ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), e liberou ao ex-presidente Lula o acesso a mensagens apreendidas na Operação Spoofing. O material deverá ser entregue no prazo de dez dias e a defesa de Lula agora aguarda a informação sobre data e horário em que receberá cópia dos arquivos.

 

Essa determinação já havia sido dada por Lewandowski no dia 28 de dezembro e descumprida pelo juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da Justiça Federal do DF, razão pela qual foi reiterada pelo ministro do STF na última segunda-feira (4).

 

O ministro também determinou o encaminhamento das conversas relacionadas com investigações e ações penais do ex-presidente na 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba ou em qualquer outra jurisdição, o que servirá para aumentar a certeza de que as acusações contra Lula foram armações envolvendo membros do Ministério Público e do Judiciário, sobretudo por Deltan Dallagnol (procurador do MP) e Sergio Moro (então juiz federal).

 

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *