Publicidade

Endividados por atraso nos salários, terceirizados na limpeza dos hospitais públicos no DF param suas atividades nesta quinta (19)

  • em


Sem receber os salários desde o 5° dia útil deste mês, 7 de novembro, cerca de 800 trabalhadores terceirizados na  limpeza e higienização dos Hospitais Regionais de Brazlândia, Ceilândia e Asa Norte (HRAN), Hospital Materno e Infantil de Brasília (HMIB) e Hospital de Apoio decidiram entrar em greve até que os salários sejam creditados.

 

É o que informa a direção do Sindiserviços-DF, sindicato que representa a categoria, que  esclarece ter tomado todas as medidas possíveis e necessárias para fazer a Empresa BRA, contratada pela Secretaria de Saúde do DF para a prestação dos serviços, creditar os salários atrasados dos seus empregados.

 

O Sindiserviços-DF informa que o Governo do Distrito Federal (GDF) tem conhecimento sobre a situação preocupante que a categoria está enfrentando devido ao atraso salarial. Porém, até o momento, não se manifestou.

 

O Sindiserviços-DF ressalta que já oficializou o movimento paredista junto a Empresa BRA e a Secretaria de Saúde do DF e que a greve terá início a partir das sete horas desta quinta-feira (19).

  • Compartilhe