Publicidade

Empresária tem loja infantil devastada por inundações e decide doar todo material

  • em


Uma empresária do Espírito Santo teve toda sua loja inundada por fortes chuvas que caem sobre o estado e resolveu doar todos os brinquedos a instituições de caridade. Mesmo com o prejuízo de mais de R$ 500 mil, ela conseguiu driblar a situação e fazer uma boa ação. Laís Soares é empreendedora de uma loja infantil, em Serra (ES) e ficou desesperada quando viu todo seu estoque inundado.

 

As chuvas estão caindo forte no Espírito Santo e Minas Gerais nessa semana. Isso tem causado alguns prejuízos, como o da loja de brinquedos da Laís Soares, em Serra, na Grande Vitória.

 

Todo o estoque dela ficou inundado nessa quarta-feira (09) e Laís contou que teve um prejuízo de mais de R$ 500 mil. Ainda assim, ela conseguiu driblar a situação e fazer uma boa ação.

 

Laís ficou desesperada quando viu todo o seu estoque inundado.

 

Ela fez um vídeo mostrando como estava o espaço e ainda pediu ajuda. Nesta quinta, dois caminhões cheios de brinquedos saíram da loja. Laís conta que, mesmo muitos deles estando em perfeito estado, as embalagens foram estragadas e por conta disso, estão fora da garantia do fabricante, o que impossibilita a venda.

 

“Às vezes, tem um brinquedo de 60 peças, e a gente consegue recuperar 30 peças desse brinquedo. Então não tem como vender. É impossível, às vezes temos uma boneca que agarrou com outra, um cabelinho se perdeu. Então não tem venda para este brinquedo“, disse em entrevista para uma TV local.

 

Impossibilitadas de comercializar os produtos, Laís disse que irá limpar todos os itens e doará para uma campanha que a loja já estava apoiando.

 

“Nós vamos limpar, higienizar e vamos doar. Nós vamos seguir a mesma campanha que já viemos tratando a alguns meses, a campanha Natal da Esperança. Vamos doar e outras crianças vão receber esses brinquedos. Vamos trazer alegria e emoção para elas. É difícil descrever o nosso sentimento, porque foi um ano todo de preparo para essa época, um ano todo de expectativa de vendas, que seria o período para recuperar esse ano que passou. Mas a gente acredita, temos muita fé em Deus, e sabemos que se tudo isso ocorreu realmente é porque outras crianças também precisam. Acredito que nada aconteça em vão, relatou“.

 

Wyl Villas Bôas é jornalista e sempre otimista por dias melhores
  • Compartilhe