Publicidade

Edital faz mudanças no programa Bolsa Atleta, criado no governo Lula

  • em



Na quinta-feira (21), o governo federal lançou o novo edital do Bolsa Atleta, criado em 2005 no governo Lula, pela Lei nº 10.891, de 9 de julho de 2004, e regulamentado pelo Decreto nº 5.342, de 14 de janeiro de 2005. Pelo novo edital, os candidatos não precisam mais enviar documentos pelos Correios. Isso porque o Ministério da Cidadania vai disponibilizar um sistema digital para as inscrições e o acompanhamento dos processos de análise e concessão do benefício.

O prazo para inscrições começa a partir da próxima terça-feira (26) e vai até 15 de fevereiro, quando os atletas devem enviar documentos como declarações de clube e de patrocinadores pelo sistema. A lista dos contemplados com a bolsa vai sair no Diário Oficial da União e o atleta vai poder enviar os dados bancários e assinar o termo de adesão.

Além de alterar o programa, o governo publicou este edital em janeiro para poder reorganizar o calendário de inscrições e de pagamentos. A previsão orçamentária para o Bolsa Atleta em 2021 é de R$ 145 milhões.

 

Foto: Agência Brasil
  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *