Publicidade

Direito à água e ao esgoto é ampliado em Juiz de Fora, Minas Gerais

  • em



A Prefeitura de Juiz de Fora de um passo a mais para garantir pleno acesso ao direito à água e esgoto. A partir desta quarta-feira, 16, qualquer usuário com imóvel residencial com hidrômetro individualizado não pagará mais taxa de ligação de água e esgoto. Anteriormente, o acesso a esse benefício exigia o pagamento de R$ 791 pelo cidadão – R$ 475 para quem estivesse inscrito no CadÚnico.

 

A expectativa da Prefeitura é que mais pessoas requeiram o acesso aos serviços de água e esgoto a partir de agora, ampliando o serviço prestado e desincentivando a preferência por eventuais redes informais. A medida tornou-se possível após autorização da Agência Reguladora Intermunicipal de Saneamento Básico de Minas Gerais (Arisb/MG).

 

“Trata-se de uma boa notícia para Juiz de Fora, sem dúvida alguma. Contudo, chega a ser inconcebível que a gestão municipal praticamente vetasse o direito ao acesso a água e esgoto a sua população, colocando essa taxa como um obstáculo. É dever de nossa companhia de saneamento servir ao povo, e é isso que estamos fazendo a partir de agora”, afirmou a prefeita, Margarida Salomão, durante a assinatura do decreto autorizando a nova política.

 

“Estamos aqui para dar uma ótima notícia ao povo de Juiz de Fora: a assinatura do Decreto 15022, que revoga um outro de 1999, e adota uma nova resolução em acordo com a Agência Reguladora. Por conta deste decreto, todos os moradores residenciais que forem pedir uma nova ligação de água em Juiz de Fora não irão pagar mais nada. Anteriormente, pagava-se uma taxa de R$ 791 para pessoas em geral e R$ 475 para inscritos no Cadastro Único. Muito caro! É um direito humano as pessoas terem acesso à água potável e ao saneamento. Então, a partir de hoje, a isenção da taxa está garantida para esses usuários”, afirmou a prefeita.

 

Segundo o diretor-presidente da Companhia de Saneamento Municipal (Cesama), Júlio César Teixeira, “temos um grande número de pessoas que moram em ruas que possuem redes de água e esgoto e não têm verba para fazer o pedido de ligação. Nosso objetivo com essa iniciativa é, ainda, aumentar o número de usuários, para que uma parcela cada vez maior da população receba água potável, dentro dos padrões exigidos pelo Ministério da Saúde”.

 




SEJA UM AMIGO DO JORNAL BRASIL POPULAR

 

Jornal Brasil Popular apresenta fatos e acontecimentos da conjuntura brasileira a partir de uma visão baseada nos princípios éticos humanitários, defende as conquistas populares, a democracia, a justiça social, a soberania, o Estado nacional desenvolvido, proprietário de suas riquezas e distribuição de renda a sua população. Busca divulgar a notícia verdadeira, que fortalece a consciência nacional em torno de um projeto de nação independente e soberana.

 

 

Você pode nos ajudar aqui:

 

 

Banco do Brasil
Agência: 2901-7
Conta corrente: 41129-9

 

 

BRB

Agência: 105
Conta corrente: 105-031566-6 e pelo

 

 

→  PIX:23.147.573.0001-48
Associação do Jornal Brasil Popular – CNPJ 23147573.0001-48

 

 

E pode seguir, curtir e compartilhar nossas redes aqui:

 

 

📷 Instagram

🎞️YouTube

📱Facebook  

💻Site

 

 

📰🇧🇷BRASIL POPULAR, um jornal que abraça grandes causas! Do tamanho do Brasil e do nosso povo!

🔊 💻📱Ajude a propagar as notícias certas => JORNAL BRASIL POPULAR 📰🇧🇷

 

 

Precisamos do seu apoio para seguir adiante com o debate de ideias, clique aqui e contribua

 

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *