Publicidade

Decreto disciplina lockdown que inicia na terça em São Luís (MA)

  • em


O governador do Maranhão, Flávio Dino, editou neste domingo, 3, decreto que estabelece as medidas preventivas e restritivas que deverão ser observadas no período em que haverá lockdown na ilha da capital. São quatro os municípios afetados pelas medidas, São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa), que abrigam 20 por cento dos 7 milhões de habitantes do Estado. O lockdown terá vigência entre o dia 5, depois de amanhã, e o dia 14.

 

O decreto detalha quais são as atividades essenciais que poderão funcionar nesse período, estabelece regras de circulação no interior da ilha e entre a ilha e o continente, adia para 1° de junho o retorno às aulas em escolas e universidades das redes pública e particular, regula o funcionamento de agências, postos bancários e casas lotéricas, além de fixar sanções para os casos de descumprimento das normas fixadas pelo ato governamental.

 

O trânsito nas rodovias MAs 201, 202, 203 e 204, que interligam os municípios da ilha, ficará suspenso, só sendo permitida a circulação nessas vias de ambulâncias, viaturas policiais, caminhões e veículos transportando pacientes, pessoas das áreas de saúde e segurança, entre outras.

 

A suspensão do trânsito terrestre entre a ilha e o continente se dará nos mesmos moldes daquela adotada nas MAs intermunicipais da ilha, enquanto o trânsito marítimo entre a Ponta da Espera, em São Luís, e Cujupe, na Baixada Maranhense, feito através de ferry-boats, será limitado a duas viagens de ida e duas de volta, por dia, privilegiando o transporte de cargas.

  • Compartilhe