Publicidade

Crueldade com a educação e o futuro

  • em



Nessa semana, Jair Bolsonaro confiscou todo o dinheiro das universidades federais e institutos federais do Brasil. Foram bloqueados mais de R$ 2,4 bilhões do orçamento do Ministério da Educação. Esse corte traduz a redução dos recursos que são utilizados para a manutenção em atividades de ensino, pesquisa, extensão, contratação de materiais, alimentação, funcionários e prestação de serviços para a população.

 

 

Bolsonaro, mais uma vez, mostra o quanto é contra a educação, a ciência e a juventude. Nossos jovens, a cada dia que passa, estão perdendo a esperança de um bom futuro profissional. Esse corte afeta diretamente a assistência estudantil, instrumento que viabiliza  a conclusão e a vida universitária daqueles que o Estado não garante as condições materiais e objetivas do sonho e do direito à universidade de qualidade.

 

 

Além de médico e deputado federal sou professor universitário e vejo esse drama sendo repetido rotineiramente por meus alunos. Muitos deles já desistiram do curso e outros estão quase desistindo por precisarem priorizar a alimentação em suas casas do que o sonho de se tornarem profissionais da saúde. Um deles está no 5º ano de medicina, está sem bolsa, e vê a possibilidade de ter que abandonar o curso no último ano.

 

 

Antes mesmo de completar 100 dias de seu governo, Bolsonaro mostrou como seria a sua gestão da política educacional brasileira: o desprezo à educação.

 

 

Cinco ministros passaram pela pasta em quatro anos. Esquemas de corrupção foram revelados, teve ex-ministro preso, e esses ministros compartilharam o mesmo sentimento de Bolsonaro: obscurecer a ciência brasileira, reduzindo o acesso dos brasileiros à universidade e tentando novamente dividir o país entre os que podem sonhar com a universidade pública e de qualidade e aqueles que não podem.

 

 

Os cortes no Ministério da Educação se somam a diversas outras iniciativas de Bolsonaro que tem uma ideia central em curso: a redução do investimento público em políticas sociais e o aumento das condições materiais do Estado para beneficiar seu grupo político, como na previsão Orçamentária para o próximo ano, onde Bolsonaro reduz os recursos para os centros de Assistência Social, responsáveis pelo Cadastro Único e pela garantia de direitos básicos, em mais de 90%.

 

 

Os próximos dias serão desafiadores, mas não deixaremos de lutar, pois garantir o atendimento das pessoas em um Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) ou o acesso e permanência na universidade, faz parte do mesmo compromisso e da mesma luta, a de que o Estado não pode ser privatizado por Bolsonaro para atender exclusivamente aos seus prazeres e aos de seus associados.

 

 

(*) Alexandre Padilha é médico, professor universitário e deputado federal (PT-SP). Foi Ministro da Coordenação Política no governo Lula, da Saúde no governo Dilma e Secretário da Saúde na gestão Fernando Haddad na cidade de SP.




SEJA UM AMIGO DO JORNAL BRASIL POPULAR

 

Jornal Brasil Popular apresenta fatos e acontecimentos da conjuntura brasileira a partir de uma visão baseada nos princípios éticos humanitários, defende as conquistas populares, a democracia, a justiça social, a soberania, o Estado nacional desenvolvido, proprietário de suas riquezas e distribuição de renda a sua população. Busca divulgar a notícia verdadeira, que fortalece a consciência nacional em torno de um projeto de nação independente e soberana.  Você pode nos ajudar aqui:

 

• Banco do Brasil
Agência: 2901-7
Conta corrente: 41129-9

• BRB

 

Agência: 105
Conta corrente: 105-031566-6 e pelo

• PIX: 23.147.573.0001-48
Associação do Jornal Brasil Popular – CNPJ 23147573.0001-48

 

E pode seguir, curtir e compartilhar nossas redes aqui:

📷 https://www.instagram.com/jornalbrasilpopular/

🎞️ https://youtube.com/channel/UCc1mRmPhp-4zKKHEZlgrzMg

📱 https://www.facebook.com/jbrasilpopular/

💻 https://www.brasilpopular.com/

📰🇧🇷BRASIL POPULAR, um jornal que abraça grandes causas! Do tamanho do Brasil e do nosso povo!

🔊 💻📱Ajude a propagar as notícias certas => JORNAL BRASIL POPULAR 📰🇧🇷

Precisamos do seu apoio para seguir adiante com o debate de ideias, clique aqui e contribua.

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *