Publicidade

Crise nas “alturas”

  • em



O projeto das elites do atraso vive uma grande contradição interna. Suas duas partes não estão se entendendo. Sua cara-metade fascista está brigando com a outra cara-metade ultraliberal.

 

É assim o que significa o populismo fascista de Bolsonaro em romper com a camisa de força neoliberal do Teto de Gastos para adotar o auxílio emergencial de 400 reais, que ele pretende usar como uma espécie de “bolsa-voto” para 2022.

 

Mas não foi esse o acordo feito no segundo turno quando Bolsonaro disse que entregaria o comando total da economia para o indicado do mercado, Paulo Guedes.

 

Quando Bolsonaro enveredou pelo caminho de desrespeitar o Teto de Gastos para tentar criar desesperadamente uma barreira ao avanço eleitoral de Lula, seria de esperar essa crise que pode se agravar e reforçar a ideia do impeachment, ou pode ser acalmada por mais concessões ao mercado.

 

Essa última hipótese foi antecipada por Bolsonaro quando disse que o “mercado está nervosinho” e avisou novos aumentos nos preços dos combustíveis.

 

Esse episódio mostra que a grande burguesia como um todo, tanto a parte fascista quanto a da chamada terceira via, não tem nenhum projeto para o Brasil. Considerando apenas esses aumentos contínuos dos preços dos combustíveis, vemos que a grande burguesia age como verdadeiros saqueadores do povo e da riqueza da nação. Não tem absolutamente nenhum compromisso com os interesses nacionais para não dizer da esmagadora maioria dos cidadãos de nosso país.

 

Até mesmo o auxílio emergencial de 400 reais, se e quando for adotado, que pode aliviar um pouco o sofrimento do povo, representa apenas um copo d’água no deserto, não está integrado a nenhum projeto social global de enfrentamento à desigualdade social, como foi o Bolsa Família.

 

O Bolsa Família que Bolsonaro extinguiu era, nos governos do PT, tão somente o primeiro degrau de uma projeto social mais amplo, que incluía no programa condicionantes de saúde e educação e se articulava com a valorização anual do salário-mínimo, geração de empregos formais, qualificação profissional, moradia popular e política de quotas nas universidades públicas. Era parte de um conjunto de políticas sociais que permitia que o pobre comesse carne, viajasse de avião e comprasse carro.

 

Resumindo, o Brasil vive uma situação de terra arrasada e de retrocesso monumental para a época da primeira República (1889-1930) em que a oligarquia agrária era a dona única do país e este apenas exportava bens primários.

 

Dessa crise “dos de cima”, dos endinheirados, como se dizia antigamente, “os de baixo” não têm nada a ganhar, porque qualquer um que ganhe eles continuarão comendo pé de galinha e carcaça para não morrerem de fome.

 

Para garantir o auxílio emergencial de 400 reais (que Lula e o PT defendem 600 reais), Bolsonaro promete ao mercado continuar aumentando os já altos preços dos combustíveis, ou seja, vai elevar ainda mais a carestia que vai engolir os 400 reais do auxílio.

 

O único ganho político dessa crise interna das forças golpistas que derrubaram Dilma, que prenderam Lula e elegeram o fascista Bolsonaro, é o de tornar mais necessário o impeachment desse genocida.

 

(*) Por Val Carvalho  – escritor e militante de esquerda

 

 


SEJA UM AMIGO DO JORNAL BRASIL POPULAR

O Jornal Brasil Popular apresenta fatos e acontecimentos da conjuntura brasileira a partir de uma visão baseada nos princípios éticos humanitários, defende as conquistas populares, a democracia, a justiça social, a soberania, o Estado nacional desenvolvido, proprietário de suas riquezas e distribuição de renda a sua população. Busca divulgar a notícia verdadeira, que fortalece a consciência nacional em torno de um projeto de nação independente e soberana.  Você pode nos ajudar aqui:

• Banco do Brasil
Agência: 2901-7
Conta corrente: 41129-9

• BRB
Agência: 105
Conta corrente: 105-031566-6 e pelo

• PIX: 23.147.573.0001-48
Associação do Jornal Brasil Popular – CNPJ 23147573.0001-48

 

E pode seguir, curtir e compartilhar nossas redes aqui:

📷 https://www.instagram.com/jornalbrasilpopular/

🎞️ https://youtube.com/channel/UCc1mRmPhp-4zKKHEZlgrzMg

📱 https://www.facebook.com/jbrasilpopular/

💻 https://www.brasilpopular.com/

📰🇧🇷BRASIL POPULAR, um jornal que abraça grandes causas! Do tamanho do Brasil e do nosso povo!

🔊 💻📱Ajude a propagar as notícias certas => JORNAL BRASIL POPULAR 📰🇧🇷

Precisamos do seu apoio para seguir adiante com o debate de ideias, clique aqui e contribua.

  • Compartilhe

Um comentário

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *