Publicidade

CPI da Covid sim! Precisamos salvar o Brasil do genocídio

  • em



Todo dia morrem milhares de brasileiros e brasileiras. Na semana passada, chegamos à triste marca de 4.000 mortes por COVID-19 por dia. É como se todo o dia um município pequeno do nosso interior desaparecesse: são 185 municípios gaúchos com menos de 4 mil habitantes. Até quando vamos ficar amarrados diante desta situação, respeitando um calendário legal, enquanto a vida morre em todo o nosso país?

 

Crimes de Responsabilidade não faltam para dar Impeachment em Bolsonaro e seu Governo genocida. O mais recente é o conteúdo da conversa com o Senador Kajuru (Cidadania-GO), que deixou nítida a intenção de interferir no Supremo Tribunal Federal, após a decisão do Ministro Barroso de instalar a CPI da COVID no Senado.

 

A conversa de Bolsonaro com Kajuru é grave e apresenta a reação do presidente que teme ser responsabilizado pelos seus atos. Além de grave, é criminosa! Bolsonaro precisa ser investigado, julgado e responsabilizado. Sua política genocida conduziu o país ao caos social, sanitário e econômico.

 

Nossa luta em Brasília continua sendo pela vida do povo, por vacina para todos os brasileiros, auxílio emergencial de R$ 600 até o fim da pandemia, para colocar comida na mesa e fomentar o comércio, pelos subsídios às micro e pequenas empresas e por uma investigação séria, que chegue na raiz do problema e considere o que viemos denunciando desde o início dessa pandemia. Bolsonaro não adotou medidas sanitárias, quebrou micro e pequenas empresas, beneficiou grandes empresários, trouxe a fome de volta para a mesa dos brasileiros e é responsável pelas mais de 350 mil mortes.

 

O Impeachment de Bolsonaro é urgente! A mobilização popular é necessária e os parlamentares precisam honrar o compromisso com o povo brasileiro. Fora Bolsonaro e seu governo genocida!

 

(* )  Dionilso Marcon é deputado federal pelo PT do Rio Grande do Sul.

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *