Publicidade

Cpers volta a cobrar de Eduardo Leite reajuste de 33,24% para toda a categoria

  • em



Sindicato promete intensificar mobilização para mostrar à sociedade que somente uma pequena parte da categoria da educação recebeu 32% de reajuste

 

Mais uma vez, trabalhadoras e trabalhadores da educação voltaram a se mobilizar para cobrar do governo estadual o reajuste de 33,24% para toda a categoria. O ato ocorreu nesta terça-feira (15), em frente ao Palácio Piratini, sede do governo estadual, em Porto Alegre.

 

Durante o ato, eles criticaram o discurso do governador Eduardo Leite (PSDB), que tenta “vender para sociedade” a ideia de que concedeu 32% de reajuste salarial para todos os educadores. No entanto, a proposta do Executivo estadual, aprovada na Assembleia Legislativa excluiu do reajuste funcionários de escola e aposentados, que ficaram assim sem paridade na valorização salarial, conforme aponta o Cpers Sindicato. A entidade quer reforçar para a sociedade que somente 14% da categoria recebeu 32% de reajuste.

 

A manifestação iniciou com uma concentração em frente à sede do Cpers, de onde os educadores saíram em caminhada pelo centro da capital até a Praça da Matriz, em frente ao Palácio Piratini, onde ocorreu o ato de protesto contra a política salarial do governo Eduardo Leite para os servidores públicos da área da Educação. “Seguiremos cobrando com força do governo o reajuste de 33,24% para toda a categoria. Enquanto houver coragem, haverá luta da nossa parte!”, disse Helenir Aguiar Schürer, presidente do Cpers Sindicato.

 

Helenir criticou ainda a campanha que o governo Eduardo Leite vem fazendo na televisão e nas rádios, com uma “propaganda milionária e enganosa”. “Esse governo já arrecadou mais de R$ 8 milhões do imposto de renda dos servidores, fora o que nos tirou através do difícil acesso, desconto da previdência. Ao mexer na parcela de irredutibilidade, Eduardo Leite fez com que educadores pagassem o reajuste com dinheiro do próprio bolso, uma prática que é injusta e imoral”, acrescentou. Na avaliação do Cpers, o superávit recorde anunciado pelo governador, que chegou a mais de R$ 2,5 bilhões em 2021, foi feito com arrocho salarial a retirada de direitos dos educadores e demais servidores públicos.

 

 

Além da manifestação desta terça-feira, a primeira reunião do Conselho Geral do Cpers, realizada na última sexta-feira (11), aprovou outras pautas de reivindicação para serem encaminhadas junto ao governo do Estado. Entre elas, destacam-se:

 

  • Exigir que o Governo garanta as condições sanitárias (testagem, efetiva e comprovada vacinação e demais protocolos) visando evitar a contaminação dos estudantes, professores/as e funcionários/as, no retorno presencial às aulas.

 

  • Exigir do Governo a publicação do Edital do concurso para professores/as, aprovado pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul, e exigir a realização de concurso para funcionários/as de escola e nomeação em todas as áreas e contemplando todas as vagas existentes.

 

  • Que o reinício das aulas seja com a reposição imediata dos funcionários para limpeza, higienização e merenda, através de concurso público.

 

Com informações do Cpers e Sul21.

 

 Foto: Luiza Castro/Sul21

 




SEJA UM AMIGO DO JORNAL BRASIL POPULAR

 

Jornal Brasil Popular apresenta fatos e acontecimentos da conjuntura brasileira a partir de uma visão baseada nos princípios éticos humanitários, defende as conquistas populares, a democracia, a justiça social, a soberania, o Estado nacional desenvolvido, proprietário de suas riquezas e distribuição de renda a sua população. Busca divulgar a notícia verdadeira, que fortalece a consciência nacional em torno de um projeto de nação independente e soberana.

 

 

Você pode nos ajudar aqui:

 

 

Banco do Brasil
Agência: 2901-7
Conta corrente: 41129-9

 

 

BRB

Agência: 105
Conta corrente: 105-031566-6 e pelo

 

 

→  PIX:23.147.573.0001-48
Associação do Jornal Brasil Popular – CNPJ 23147573.0001-48

 

 

E pode seguir, curtir e compartilhar nossas redes aqui:

 

 

📷 Instagram

🎞️YouTube

📱Facebook  

💻Site

 

 

📰🇧🇷BRASIL POPULAR, um jornal que abraça grandes causas! Do tamanho do Brasil e do nosso povo!

🔊 💻📱Ajude a propagar as notícias certas => JORNAL BRASIL POPULAR 📰🇧🇷

 

 

Precisamos do seu apoio para seguir adiante com o debate de ideias, clique aqui e contribua

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *