Publicidade

CPERS alerta para o risco de abrir escolas para aulas presenciais em regiões com alto risco de contaminações

  • em


A mudança nas regras do distanciamento controlado causa apreensão e deixa a comunidade escolar em alerta. Serão permitidas aulas presenciais em regiões de bandeira vermelha, considerada de alto risco de contaminações por Covid-19. Anteriormente as aulas presenciais deveriam ser interrompidas em regiões que recebessem esta classificação.

 

“A decisão foi tomada pelo governo Eduardo Leite (PSDB) com a conivência do Ministério Público, que parece desconhecer a realidade da crise”, informou o CPERS Sindicato, em nota publicada no seu site, nesta terça-feira, 24 de novembro.

 

“É a segunda vez que o governador flexibiliza as regras para expor a comunidade escolar. Antes as instituições deveriam fechar as portas já na primeira bandeira vermelha. Ainda ontem, o governador protagonizou um jogo de cena para alertar a população sobre a gravidade do avanço da pandemia. O número de leitos ocupados no estado já superou já é superior ao registrado durante o pico de mortes. O recuo também se dá sem contrapartida alguma do Estado em outras áreas. As bandeiras vermelhas já não tem significado. Tudo permanece aberto e funcionando à revelia dos mais de 6,5 mil mortos pela Covid-19 no Rio Grande do Sul”.

Segundo o balanço mais recente da Secretaria Estadual da Saúde, são 301.766 pessoas contaminadas  por Covid-19 no Rio Grande do Sul e 6.573 mortes.

Foto – Divulgação/CPERS Sindicato
  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *