Publicidade

Covid-19 avança em escolas de São Paulo, segundo Apeoesp

  • em


O Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de SP (Apeoesp) divulgou levantamento perturbador. Até domingo, 14, foram confirmados 329 casos de Covid-19 em 186 escolas públicas de São Paulo. Ainda de acordo com a entidade, sete funcionários morreram em decorrência da doença na Capital, São José do Rio Preto, Leme, Praia Grande e Guapiara.

 

Para a presidente da Apeoesp, Maria Izabel Noronha, a Professora Bebel, o governador João Doria (PSDB) age como negacionista ao abrir as instituições de ensino neste período crítico da pandemia.

 

Risco – A dirigente critica a decisão do governo estadual de manter as aulas presenciais. “Com a estrutura das escolas públicas, não há condições de dizer que ‘enfim, dá pra trabalhar’. Porque não dá. O correto seria manter o trabalho virtual e ampliar a estrutura de acesso para os alunos que não têm internet”, avalia Bebel.

 

Vacina – A presidente da Apeoesp também pleiteia que a primeira fase de imunização seja ampliada para atender os profissionais da educação. De acordo com a Professora Bebel, é uma irresponsabilidade muito grande das autoridades seguir com o ensino presencial diante do agravamento da pandemia. “Acho que falta muito juízo na cabeça do governador e do secretário de educação, Rossieli Soares”, enfatiza.

Mais – Acesse o site da Apeoesp.

 

Fonte: Agência Sindical

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *