Publicidade

Conselho reprova contas do Ministério da Saúde do Brasil por unanimidade

  • em



O Conselho Nacional de Saúde (CNS) decidiu reprovar, por unanimidade, as contas do Ministério da Saúde referentes ao ano de 2021. O caráter unânime da decisão é inédito no CNS.

 

Durante reunião realizada na quarta-feira (14), na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro, os conselheiros criticaram a forma como o governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) conduziu o combate à pandemia de COVID-19 e rejeitaram por unanimidade o Relatório Anual de Gestão (RAG) do ministério.

 

O CNS destacou que em 2021 o Brasil se tornou o segundo país do mundo com o maior número de óbitos provocados pela COVID-19 — mais de 420 mil mortes. Os conselheiros apontaram que em 2021 houve uma diminuição de repasses aos estados e municípios, quando comparado a 2020, e que em termos per capita os valores empenhados no ano foram similares aos do início da década, em 2010.

 

“Reprovamos o RAG porque o Ministério da Saúde e o governo federal seguem insistindo em não aplicar o orçamento previsto, dificultando a vida dos brasileiros e brasileiras, causando morte e tristeza. Não poderíamos, de maneira nenhuma, aprovar algo que não atendia nem ao orçamento que estava previsto, que já era insuficiente. Continuaremos tendo essa posição enquanto não for feita a aplicação de recursos de forma eficiente e correspondendo àquilo que está previsto no orçamento”, disse o presidente do CNS, Fernando Pigatto.

 

 

O coordenador da Comissão de Orçamento e Financiamento (Cofin) do CNS, André Luiz de Oliveira, destacou a unanimidade da decisão.

 

“A reprovação unânime por todos os participantes do plenário neste dia é histórica. Demos de maneira equânime, a todos os atores do controle social, o direito de participar e de se posicionar. Isso é de grande impacto, porque enxergamos que em 2021 tivemos inúmeras situações muito críticas, que afetaram gravemente toda nossa população e foram tratadas de maneira irresponsável pelo governo federal”, afirmou.

 

O CNS é um órgão colegiado responsável por fiscalizar, acompanhar e monitorar as políticas públicas de saúde do Brasil. A entidade dispõe de 48 conselheiros ligados ao Ministério da Saúde, movimentos sociais, instituições governamentais e não governamentais, entidades de profissionais de saúde, comunidade científica, entidades de prestadores de serviço e entidades empresariais da área da saúde.

 

 

 




SEJA UM AMIGO DO JORNAL BRASIL POPULAR

 

Jornal Brasil Popular apresenta fatos e acontecimentos da conjuntura brasileira a partir de uma visão baseada nos princípios éticos humanitários, defende as conquistas populares, a democracia, a justiça social, a soberania, o Estado nacional desenvolvido, proprietário de suas riquezas e distribuição de renda a sua população. Busca divulgar a notícia verdadeira, que fortalece a consciência nacional em torno de um projeto de nação independente e soberana.  Você pode nos ajudar aqui:

 

• Banco do Brasil
Agência: 2901-7
Conta corrente: 41129-9

• BRB

 

Agência: 105
Conta corrente: 105-031566-6 e pelo

• PIX: 23.147.573.0001-48
Associação do Jornal Brasil Popular – CNPJ 23147573.0001-48

 

E pode seguir, curtir e compartilhar nossas redes aqui:

📷 https://www.instagram.com/jornalbrasilpopular/

🎞️ https://youtube.com/channel/UCc1mRmPhp-4zKKHEZlgrzMg

📱 https://www.facebook.com/jbrasilpopular/

💻 https://www.brasilpopular.com/

📰🇧🇷BRASIL POPULAR, um jornal que abraça grandes causas! Do tamanho do Brasil e do nosso povo!

🔊 💻📱Ajude a propagar as notícias certas => JORNAL BRASIL POPULAR 📰🇧🇷

Precisamos do seu apoio para seguir adiante com o debate de ideias, clique aqui e contribua.

 

 

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *