Publicidade

Comitê Gaúcho de Combate à Fome já doou mais 470 toneladas de alimentos no RS desde o início da pandemia

  • em


 

Refeições sendo preparadas pelas trabalhadoras da Economia Solidária. Foto: Rogério Dalló

 

 

A contribuição de trabalhadores da Economia Solidária, e de outras áreas, sindicatos, organizações não-governamentais, reforça a corrente de solidariedade para pessoas que enfrentam o flagelo da fome com o agravamento da pandemia no Rio Grande do Sul.

 

 

Ações que já possibilitaram a doação de 470 toneladas de alimentos desde o início da pandemia, segundo o Comitê Gaúcho de Combate à Fome para 33.543 famílias em situação de vulnerabilidade social em todo o Rio Grande do Sul. O Comitê é coordenado pelo Conselho de Segurança Alimentar gaúcho, o Consea, com a participação da Ação Cidadania-RS e da Cáritas e com outras entidades.

 

 

Nesta terça-feira, 13 de abril, foram entregues 227 marmitas preparadas por um grupo de trabalhadores da Economia Solidária em Porto Alegre. Ações reforçadas desde o início da pandemia.
Outra iniciativa é do Clube da Sopa, criado em abril de 2020 por servidores da Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE). Eles preparam em média 300 refeições aos sábados, domingos e feriados no salão do Sindicato dos Trabalhadores da Justiça Federal (Sintrajufe-RS). Os voluntários também entregam brinquedos, material de construção, e remédios.

 

 

Mas passado um ano de pandemia as doações diminuíram em quase 70%. “A população está passando por muita dificuldade, mas são essas ações de solidariedade que estão fazendo toda a diferença para diminuir esses impactos da pandemia para a população”, explica o presidente do Consea-RS, Juliano de Sá. Por isso é preciso que as doações continuem ocorrendo. São aceitos qualquer tipo de valor para compra de cestas básicas.

 

 

O comitê Gaúcho de Combate à Fome recebe doações pelo PIX na chave 33654419001007

 

 

O Clube da Sopa também se mantém com doações. Contate no fone (51) 99745-9458 ou no https://www.facebook.com/clubedasopa

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *