Publicidade

Com 2.403 mortes por Covid-19 em 24h, País passa de 444 mil no ano. Com 40.223 vítimas, em 20 dias, maio é 3º mês mais fatal

  • em



Em 20 dias, o mês de maio é o mais fatal desde o início da pandemia do novo coronavírus, segundo os números do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

 

Nas últimas 24 horas, segundo o conselho, o país teve 2.403 mortes confirmadas pela doença, totalizando, nesta quinta-feira (20), 444.094 óbitos acumulados desde o início da pandemia.

 

Com isso, a média móvel de mortes no Brasil nos últimos 7 dias aumentou e chegou a 1.954. O Conass também informa que, nas últimas 24 horas, foram registrados 82.039 novas infecções confirmadas, o que totaliza 15.894.094 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus desde 12 de março de 2020.

 

A média móvel de registros nos últimos 7 dias continua subindo e foi de 65.729 novos diagnósticos por dia. Já são 120 dias seguidos no Brasil com a média de mortes acima da marca de mil e 65 dias com essa média acima dos 1.900 mil mortos por dia.

 

Em apenas 20 dias, maio já é o terceiro mês mais fatal, com 40.223 vítimas da doença no Brasil. Em primeiro lugar está abril, com 82.266 mortes, seguido por março, com 66.573.

 

O consórcio de veículos de imprensa informou que o País registrou 2.527 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando, nesta quinta-feira (20) 444.391 óbitos desde o início da pandemia.

Os dados do consórcio apontam para uma média móvel de mortes nos últimos 7 dias de 1.971. Em comparação com a média de 14 dias atrás, a variação foi de -9% e indica tendência de estabilidade nos óbitos decorrentes do vírus.

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *