Publicidade

Celso de Mello promete para esta semana decisão sobre liberação do vídeo da reunião de 22/4 entre Bolsonaro e seus ministros.

  • em


Nesta segunda-feira (18/5), o ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), recebeu, da equipe da Polícia Federal, o pen drive com a gravação da reunião ministerial de 22 de abril de 2020, em que o presidente Jair Bolsonaro defende mudar a cúpula da Polícia Federal do Rio de Janeiro para proteger sua família.

 

Mas além de Bolsonaro e seus filhos, também há ministros preocupados com a liberação total do vídeo, já que alguns deles disseram muitas besteiras, o que lhes pode custar caro, inclusive criminalmente.

 

Celso de Melo começou a assistir ao vídeo por volta das 18h e decidirá a respeito do levantamento do sigilo – parcial ou total – até o final desta semana.

 

Ao receber o material, o ministro deu a seguinte declaração:

 

“Recebi a equipe da Polícia Federal, chefiada pela Dra. Christiane Correa Machado, em meu gabinete, na data de hoje, que me atualizou sobre o andamento das investigações criminais e entregou-me um pen drive contendo vídeo e áudio da reunião ministerial de 22/4/2020. Após esse encontro, comecei, agora, a assistir ao vídeo, devendo liberar minha decisão até esta próxima 6ª feira, dia 22/05, talvez antes!”

 

  • Compartilhe