Publicidade

CCBB estreia “Farol de Neblina”, uma websérie online de suspense, com quatro episódios, dia 05/02

  • em


Adaptado do espetáculo teatral Neblina, a websérie tem quatro episódios, com  produção da Rubim Produções, texto de Sérgio Roveri, adaptação do texto para roteiro de Clarissa Campolina, direção de Yara de Novaes e Clarissa Campolina e elenco formado por Leonardo Fernandes e Fafá Rennó

 

 

Estreia em 5 de fevereiro “Farol de Neblina”, websérie de quatro episódios adaptada do espetáculo teatral Neblina, apresentado no Centro Cultural Banco do Brasil de Belo Horizonte nos meses de janeiro e fevereiro de 2020. A previsão era a montagem circular por outras capitais brasileiras – CCBB São Paulo, CCBB Rio de Janeiro e CCBB Brasília – mas as temporadas foram adiadas devido à pandemia, e, agora, chega em novo formato.

 

O projeto original é idealizado por Leonardo Fernandes e Tatyana Rubim. Yara de Novaes assina a direção da peça e, na websérie, se junta a ela a cineasta Clarissa Campolina. A direção de fotografia é da premiada diretora Wilssa Esser. O texto inédito escrito por Sérgio Roveri foi adaptado para a série, por ele e pela cineasta Clarissa Campolina, em uma criação coletiva entre o autor, Yara, Clarissa e Tatyana. André Cortez é o responsável pelo cenário original e novos elementos foram adicionados pelas diretoras. DR Morris é o responsável pela trilha original e também assina nova trilha para a série. A atriz Fafá Rennó divide a cena com Leonardo Fernandes, como no espetáculo original.

 

“Tivemos uma completa reestruturação. Partimos de um espetáculo teatral para uma websérie e buscamos a estética e recursos do cinema para fazer esse novo trabalho. Mantemos a linha central, um acontecimento que guia a narrativa, mas, tecnicamente, o tempo é outro, as características, a equipe e estrutura são do audiovisual. A linguagem, luz, cortes, trilha, direção e fotografia são do cinema. Os atores Leonardo Fernandes e Fafá Rennó trazem a importante experiência de atuação no cinema, o que nos aporta ainda mais e nos dá a segurança de uma equipe completamente alinhada à linguagem cinematográfica. O formato foi pensado para  ser visto online, com o tempo de duração e os gatilhos pensados para capturar a atenção dos espectadores”, explica Tatyana Rubim.

 

O roteiro de “Farol de Neblina” combina elementos de suspense e thriller psicológico e mostra o misterioso encontro de um casal, Diego (Leonardo Fernandes) e Sofia (Fafá Rennó), em uma casa sem vizinhos ao longo de uma noite fria e encoberta pela neblina. Confinados neste ambiente inóspito, os personagens entregam-se a um estranho exercício de empatia e provocação que tem tudo para caminhar para um desfecho que pode ser tanto trágico quanto revelador.

 

À medida que a noite avança, Diego e Sofia concordam em relatar alguns fatos de suas vidas, mas que não passam de migalhas, insuficientes para o público compor um perfil dos personagens que se aproxime da realidade.

 

A websérie tem acesso gratuito mediante retirada de ingressos no site www.espetaculoneblina.com.br, de 5 de fevereiro a 1° de março de 2021. Estreia de episódios dias 5/2, 12/2, 19/2 e 26/2 – sexta, sábado, segunda, às 20h e domingo, 19h. Disponível para ser assistida até 30 de junho de 2021, sempre nestes dias e horários. Cada episódio tem em média 18 minutos.

 

“Farol de Neblina” é apresentado pelo Ministério do Turismo, o Banco do Brasil apresenta e patrocina e a Livelo co-patrocina a websérie, com recursos da Lei Federal de Incentivo à Cultura, da Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo.

 

Do teatro à websérie

 

De acordo com o autor do texto, Sérgio Roveri, a adaptação da peça para websérie contribui para mostrar as diversas possibilidades do roteiro. “O formato de seriado enriqueceu a história com recursos cinematográficos que incluem cenas externas, sequências em flashback, imagens dos atores e técnicos nos bastidores do teatro e uma narrativa ágil, que valoriza todos os elementos de suspense presentes na trama. É muito mais que um espetáculo filmado, é um produto que reúne o que de mais potente o teatro e o cinema têm a oferecer em prol de uma narrativa”, afirma Roveri.

 

A diretora Yara de Novaes conta que a transposição de Neblina para o audiovisual foi orgânica, levando em consideração também a temática do espetáculo, que tem muito da realidade que temos vivido hoje, neste período de pandemia. “É essa apreensão por causa de algo que foi atravessado no nosso caminho e comprometeu tudo o que tínhamos imaginado que seria o nosso futuro. O que nos dá a certeza que só temos esse presente. Esse momento que estamos lidando com tantas perdas, e que vida e morte significam a mesma coisa. E temos a sensação de que tudo continua, de qualquer maneira. Mas é um tempo em que nós, assim como os personagens de “Farol de Neblina”, temos tentado achar modos de resistir e de viver um pouco melhor”.

 

Yara afirma que a chegada da artista e cineasta Clarissa Campolina contribuiu para que a adaptação acontecesse naturalmente. “Junto com o Sérgio Roveri começamos a adaptar o roteiro para a websérie e percebemos como poderíamos de fato fazer com que o cinema aumentasse de alguma maneira todos os desejos que tivemos no Neblina teatro e que não conseguimos colocar no palco. Então, o cinema veio trazendo alguns pensamentos que a gente teve no processo da peça”. Ela conta que “Farol de Neblina” traz também outros aspectos dessas personagens, numa ligação intrínseca com o que a gente tem vivido. “Mas sempre pensando de uma maneira muito esperançosa, como também era no espetáculo, sabendo que há, sim, uma saída para o sofrimento, é possível”.

 

Clarissa Campolina confessa que não tinha assistido a peça e que ficou feliz em reencontrar Yara de Novaes, com quem já tinha trabalhado há 18 anos. “Temos uma relação de amizade. Foi uma alegria receber este convite. O texto do Sérgio tem muitas sutilezas e nuances nos personagens e na própria construção da história. Há um jogo metalinguístico muito forte. Então, a adaptação para a web nestes termos ficou muito interessante porque fomos ganhando outras camadas que trazem essa força metalinguística. Agora, entremeada por outro tempo, este que estamos vivendo, proporcionando outros sentidos também. Meu esforço e trabalho foi ver a peça gravada, ler o texto, conversar com todos os envolvidos, pensando nas intenções e tentando fazer uma transcriação para websérie. Isso tem sido muito intenso e interessante”, diz a diretora.

 

Bate-papos on line

 

Além de assistir aos episódios, o público, a partir de 12 anos, também é convidado a conferir conversas on line com os atores e equipe técnica da websérie sobre o processo de desenvolvimento do projeto. Estão previstos encontros on line nos dias 1º, 08, 15 e 22 de fevereiro e 1º de março de 2021, segundas, às 20h, imediatamente após a sessão do episódio inédito. A transmissão é pelo site www.espetaculoneblina.com.br.

 

A estreia, no dia 1º de fevereiro, é com o “Bate-papo de Lançamento da Websérie Farol de Neblina”, com Fafá Rennó e Leonardo Fernandes. Os atores conversam sobre Neblina, os desafios da transposição on-line e respondem perguntas previamente enviadas pelos espectadores.

 

 

Ficha técnica:

 

PATROCÍNIO: Banco do Brasil / CO-PATROCÍNIO: Livelo / TEXTO: Sérgio Roveri / ELENCO: Fafá Rennó e Leonardo Fernandes/ Stand in Fafá Rennó: Raquel Lauar

 

EQUIPE ARTÍSTICA NEBLINA: Idealização: Leonardo Fernandes e Tatyana Rubim / Direção: Yara de Novaes/ Direção de Produção: Tatyana Rubim/ Cenário: André Cortez/ Trilha Sonora Original: Dr Morris/ Luz: Wagner Antônio/ Preparação Corporal: Eliatrice Gischewski / Figurino: Ivana Neves e Leonardo Fernandes/ Assistência de Figurino: Daniela Nogueira/ Assistência de Direção: Daniel Faria/ Estagiário de Direção: Cadu Cardoso/ Aderecista: Marcelo Andrade/ Operador de Som: Vinícius Alves/ Operador de iluminação: Daniel Bolara/ Assistente de Palco: Marcos Oliveira Alves/ PROGRAMAÇÃO VISUAL: Projeto Gráfico: Estudio Ofício (Tiago de Macedo)/ Fotografia do Projeto Gráfico: Alessandra Nohvais / Revisão de texto: Isadora Troncoso/ ASSESSORIA DE IMPRENSA EM BELO HORIZONTE: Luz Comunicação . Jozane Faleiro / REALIZAÇÃO, PRODUÇÃO E ADMINISTRAÇÃO: Produção Executiva: Jhonathan Nicoletti / Equipe Rubim Produções: Sônia Branco Cerqueira, Bárbara Amaral, Juliana Peixoto, Mariana Angelis e Letícia Leiva ⠀

 

EQUIPE ARTÍSTICA FAROL DE NEBLINA: PATROCÍNIO: Banco do Brasil / CO-PATROCÍNIO: Livelo / TEXTO: Sérgio Roveri e Clarissa Campolia / ELENCO: Fafá Rennó e Leonardo Fernandes/ Direção: Clarissa Campolina e Yara de Novaes  / Assistente de direção: Paula Santos / Diretora de Fotografia: Wilssa Esser/ 1ª assistente de de câmera: Fernanda de Sena/ 2ª assistente câmera: Ceres Canedo/ Logger: Daniela Cambraia/ Travelling: Luciano Lopes/ Luz: Daniel Bollara, Wagner Antônio e Wilssa Esser / Captação de Som direto: Gustavo Fiorante/ Captção :  Vinícius Alves/ Produtora de Objetos: Mariana Rocha/ Cenotécnico: Marcos Oliveira / Contrarregra: Marcelo Andrade / Direção de Produção: Rubim Produções / Produção de Set : Luna Gomides/ Montagem: Paula Santos/ Cor e finalização: Sem Rumo – Projetos Audiovisuais/ Desenho de som e mixagem: DR Morris/ Catering: Fatinha/ Preparação Corporal: Eliatrice Gischewski/ Figurino: Ivana Neves e Leonardo Fernandes/ PROGRAMAÇÃO VISUAL: Projeto Gráfico: Estúdio Ofício (Tiago de Macedo)

 

SERVIÇO FAROL DE NEBLINA (WEBSÉRIE ON-LINE)

 

Duração: 18min cada episódio

Classificação indicativa: 12 anos

Local:  episódios transmitidos pelo site www.espetaculoneblina.com.br

Datas: 05 de fevereiro a 1º de março de 2021  – Estreia de episódios: 5/2, 12/2, 19/2 e 26/2. Sexta, sábado, segunda, às 20h e domingo, 19h. Disponível para ser assistida até 30 de junho de 2021, sempre nestes dias e horários.

Bate-papos: 1/2, 08/2, 15/2 e 22/2 e 01/3.

 

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *