Publicidade

Brasília se prepara para a grande festa da posse de Lula e da democracia

  • em



Congresso faz ensaio geral para a sessão solene, enquanto é finalizada a montagem dos palcos e da praça de alimentação para a grande festa popular ‘Festival do Futuro’

 

Os preparativos para a posse de Luiz Inácio Lula da Silva se aceleram, a quatro dias do grande reencontro do Brasil com a democracia. Nesta terça-feira (27), o Congresso Nacional fez um ensaio geral para a sessão solene, enquanto nos gramados da Esplanada dos Ministérios os técnicos finalizam a montagem dos palcos Elza Soares e Gal Costa, onde ocorrerá a festa popular ‘Festival do Futuro: a alegria vai tomar posse’.

 

A previsão para o ato oficial é de que Lula e o vice-presidente Geraldo Alckmin cheguem à Catedral de Brasília por volta das 14h20. Às 14h30, Lula sairá em carro aberto em direção ao Congresso Nacional, em percurso que deve durar dez minutos.

 

Lula será recebido no Congresso pelos presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado, Arthur Lira (PP-AL) e Rodrigo Pacheco (PSD-MG). A sessão solene será iniciada às 15h, com a execução do Hino Nacional. Em seguida, Lula fará o Compromisso Constitucional e assinará o termo de posse, juntamente com Alckmin.

 

Lula fará um pronunciamento à nação, seguido pelo presidente do Senado e do Congresso, Rodrigo Pacheco. Às 15h50, Lula e Alckmin seguirão até a Sala de Audiências da Presidência do Senado, de onde saem às 16h para a cerimônia de honras militares, na área externa do Congresso. Em caso de chuva, a solenidade será transferida para o Salão Branco da Câmara dos Deputados.

 

Às 16h20, o presidente e o vice seguirão para o Palácio do Planalto, onde Lula deve subir a rampa e discursar no Parlatório em frente à Praça dos Três Poderes. A entrega da faixa presidencial pode ocorrer no pé da rampa ou no Parlatório. Jair Bolsonaro e o vice Hamilton Mourão não participarão do evento. Após o discurso, Lula e Alckmin recebem cumprimentos de autoridades estrangeiras e convidados, no Itamaraty.

 

A posse de Lula trará ao Brasil quase o triplo de delegações estrangeiras de alto nível do que o visto na última posse, em 2019. Ao menos 53 delegações estrangeiras compostas por chefes de Estado, chefes de governo e ministros já confirmaram presença. Considerando as confirmações de todos os níveis, de embaixadores a presidentes, cerca de 120 países estarão representados.

 

Até o momento, 17 chefes de Estado confirmaram presença: os presidentes da Alemanha, Angola, Argentina, Bolívia, Cabo Verde, Chile, Colômbia, Equador, o rei da Espanha, presidente da Guiana, Guiné-Bissau, Paraguai, Portugal, Suriname, Timor Leste, Uruguai e Zimbábue.

 

Festa começa cedo, às 10h, na Esplanada dos Ministérios

 

Nesta terça, a futura primeira-dama Rosângela da Silva, a Janja, mostrou nas redes sociais um vídeo animado de como deverão ficar os palcos do ‘Festival do Futuro’. “Em primeira mão! Tudo está tomando forma com todo o cuidado e segurança para fazermos uma grande festa popular nesse dia histórico. No dia 1° a alegria vai tomar posse!”, escreveu Janja, que introduzirá inovações no evento.

 

A cerimônia contará, por exemplo, com a presença da cadela Resistência, adotada pela socióloga em Curitiba, quando Lula ainda estava preso na Superintendência da Polícia Federal na cidade. Outra peculiaridade é que não haverá fogos de artifício com barulho, em respeito aos animais e às pessoas com deficiência e autismo. Também poderá ser adotada uma alternativa aos tradicionais 21 tiros de canhão típicos da solenidade.

 

Os espetáculos começam cedo – às 10h, com o ‘Cortejo do Futuro’, o abre-alas da posse do Lula realizado por povos das culturas populares e tradicionais, partindo da enorme praça de alimentação montada no local. Às 10h30 começa o espetáculo ‘Brasília, Capital de Todos os Ritmos’, no palco Elza Soares. Os shows seguem até às 13h, quando serão interrompidos para a sessão solene, que poderá ser acompanhada em telões.

 

Com curadoria da chef Renata Carvalho, a ‘Feira Gastronômica do Festival do Futuro’ será montada no gramado central da Esplanada e terá como estrutura uma tenda de 8 mil m² ao centro, com mesas e cadeiras para 6 mil pessoas. Ao redor dela, 40 stands de alimentação e 15 de bebidas e drinks, além de 10 food trucks.

 

Às 18h30, recomeça o ‘Festival do Futuro’, com a participação voluntária de artistas de todo o Brasil (veja a lista). Entre eles, Baiana System com Margareth Menezes, Chico César, Francisco El Hombre, Gaby Amarantos, Geraldo Azevedo, Gog, Jards Macalé, Juliano Maderada, Kaê Guajajara, Kleber Lucas, Lirinha, Maria Rita, Martinho da Vila, Odair José, Pabllo Vittar e Teresa Cristina (ouça a playlist).

 

A festa contará também com a exposição ‘Brasil do Futuro, as formas da democracia’, com curadoria de Márcio Tavares, coordenador do GT de Cultura, da historiadora Lilia Schwarcz e do apresentador e humorista Paulo Vieira. A exposição reunirá acervos do Museu da República, do Museu de Arte de Brasília e da Presidência da República.

 

Do site do PT Nacional, com informações da Agência Câmara de Notícias

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *