Publicidade

Brasileiros continuam contrários à privatização da Caixa

  • em


Uma nova pesquisa revela que a maioria da população brasileira segue com posição contrária à privatização da Caixa e de outras estatais do país. Os dados são da MDA do instituto de opinião pública, contratado pela CNT (Confederação Nacional dos Transportes). Pela pesquisa, 59,8% dos cidadãos são contra a entrega ou venda do patrimônio público para a iniciativa privada.

 

Dos entrevistados que se manifestaram a favor, 28,6% querem as estatais privatizadas e 11,6% não souberam opinar ou não responderam. A pesquisa CNT/MDA foi realizada com 2.002 pessoas, em 137 cidades de 25 estados brasileiros, entre os dias 18 e 20 de fevereiro.

 

A pesquisa revelou que Caixa encabeça a lista de empresas públicas que a sociedade menos quer ver privatizada. Também foi questionado sobre as privatizações de estatais como o Banco do Brasil, a Petrobras, a Eletrobras, a Empresa de Correios e Telégrafos (ECT) e a Casa da Moeda, com posição de resistência a qualquer proposta de venda.

 

A importância de levantamentos como estes é reafirmar a posição que o movimento nacional dos empregados da Caixa tem debatido durante os últimos meses, sobre a defesa dos bancos públicos.  Durante a pandemia, foi provada a importância do setor público para o país, principalmente para os que defendem o Estado mínimo, já que as empresas públicas foram fundamentais para a manutenção da economia brasileira.

 

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *