Publicidade

Brasil é o país com a tarifa de celular pré-pago mais cara da América do Sul

  • em


Dedos rápidos e olhos atentos a cada detalhe de uma pequena tela de smartphone é a nova realidade, e não tem quem ao menos não tenha tentado acompanhar essa tendência. Sabendo que em qualquer aparelho móvel as ligações, mensagens e até a própria internet só funcionam com o pagamento dos benefícios, o Cuponation, plataforma de descontos online, compilou a média de quanto é cobrado de tarifa de celular pré-pago no Brasil e no Mundo.  

O sistema internacional Numbeo realizou um levantamento com o ranking dos 100 países que pagam mais caro pelo minuto da tarifa de celular pré-pago, sem planos ou descontos, mensalmente. Conforme o estudo, o Brasil aparece em 10º lugar, cobrando a média de R$1,42 a cada 60 segundos pelo benefício. 

 

Levando em conta que há 2 anos consecutivos o país vem sendo colocado pela parceria entre Hootsuite e We Are Social como um dos campeões em tempo conectado na internet – sendo cerca de nove horas e 14 minutos por dia -, e que um relatório deste ano do App Annie indicou que o Brasil é a terceira nação que passa mais tempo em aplicativos online, é fácil entender por que normalmente o brasileiro acaba separando muito do salário apenas com tarifa de smartphone. 

 

Dentre todos os países citados na lista da pesquisa internacional, o Cuponation constatou que o Brasil é o que lidera a tarifa mais cara entre as nações sul americanas, deixando Uruguai (17º), Bolívia (18º), Peru (30º), Chile (32º), Argentina (43º), Equador (44º), Paraguai (58º) e Colômbia (88º) para trás. Veja a pesquisa completa no infográfico interativo do Cuponation.

 

Os países que ocupam os dois primeiros lugares são dos continentes asiático e europeu: Grécia e Líbano, que pagam por volta de R$2,69 e R$2,04, respectivamente, pelo mesmo minuto da tarifa. Em contrapartida, as duas últimas nações do ranking são Paquistão e Bangladesh, que desembolsam apenas R$0,08, igualmente. 

 

 

  • Compartilhe