Publicidade

Brasil chegou perto de 2 mil mortos por Covid-19 nas últimas em 24h

  • em


Brasil tem 1.972 mortes em 24 horas, maior número desde início da pandemia; média móvel também é recorde

 

 

 

O Ministério da Saúde divulgou novo levantamento da situação da pandemia de coronavírus no Brasil mostrando números recordes e tendência de alta, mesmo sem o número de mortes de Goiás.

 

 

O país registrou 1.972 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas — o maior número desde o começo da pandemia — e chegou ao total de 268.370 óbitos. Com isso, a média móvel de mortes no Brasil nos últimos 7 dias chegou a 1.572, outro recorde desde o início da pandemia. A variação foi de 39% em comparação à média de 14 dias atrás, indicando tendência de alta nos óbitos pela doença.

 

 

 

 

Também já são 48 dias seguidos com a média móvel de mortes acima da marca de 1 mil. Foram 11 recordes seguidos de 27 de fevereiro até aqui.

 

 

 

Em casos confirmados, desde o começo da pandemia 11.122.429 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 70.764 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos 7 dias foi de 68.167 novos diagnósticos por dia. Isso representa uma variação de 38% em relação aos casos registrados em duas semanas, o que indica tendência de alta também nos diagnósticos.

 

 

 

 

 

 

 

 

Estados

 

 

Vinte e um estados e o Distrito Federal estão com alta nas mortes: PR, RS, SC, ES, SP, DF, MS, MT, AC, AP, RO, RR, TO, AL, BA, CE, MA, PB, PE, PI, RN e SE. Apenas o Rio de Janeiro e Amazonas apresentaram alguma queda, enquanto Minas Gerais, Goiás e Pará mantém estabilidade de óbitos.

 

 

No Sul, os três estados estão com mais que o dobro de alta nas mortes. No Sudeste, São Paulo tem o pior aumento com +33% e o Espírito Santo próximo da margem de estabilidade, assim como Minas. O Rio de Janeiro tem queda de -26%.

 

 

No Centro-Oeste, o Mato Grosso do Sul tem os piores resultados (+76%), mas os demais estados não ficam longe. No Norte, é o Tocantins que cresce em óbitos à +77%, enquanto os demais se aproximam. O Amazonas cai a -29%.

 

 

O Nordeste apresenta números alarmantes no Maranhão, (+165%), Ceará (+138%), Piauí (+104%) e Sergipe (+81%). Os demais estados aceleram a taxas menores.

 

 

Seis estados computaram mais de 100 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas. O total de vítimas apenas nestes estados chega a 1.317: São Paulo – 517; Rio Grande do Sul – 275; Paraná – 206; Ceará – 108; Santa Catarina – 108; Bahia – 103.

 

 

Vacinação

 

 

 

Maior parte do mundo segue e ritmo lento na vacinação com muitos países sem ter sequer vacinas disponíveis

 

 

 

 

Balanço da vacinação contra Covid-19 desta terça-feira (9) aponta que 8.736.891 pessoas já receberam a primeira dose de vacina contra a Covid-19, segundo dados divulgados até as 20h. O número representa 4,13% da população brasileira.

 

 

 

A segunda dose já foi aplicada em 2.975.266 pessoas (1,41% da população do país) em todos os estados e no Distrito Federal. No total, 11.712.157 doses foram aplicadas em todo o país.

 

 

 

Embora seja o 5º país com mais vacinas aplicadas, o Brasil aparece na plataforma Our World In Data em 62º lugar entre cerca de 120 países que estão vacinando. Considerados apenas os países com mais de 1 milhão de habitantes, o Brasil sobre para a 37ª colocação e países com mais de 10 milhões colocam o Brasil em 19º no ranking de população mais vacinada do mundo.

 

 

 

A vacinação arrasta-se lentamente por todo o mundo. Os países maiores que avançaram mais na imunização de seus habitantes foram Israel (102%), Emirados Árabes (63%), Reino Unido (34%), Bahrain (30%), Estados Unidos (27%) e Chile (25%). Vários arquipélagos espalhados pelo globo já conseguiram vacinar a maior parte de sua pequena população.

 

 

 

 

 

Reprodução do site Vermelho

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *