Publicidade

Bolsonaro liberou só 1,5% das emendas para combate ao coronavírus

  • em


Brasil à beira do caos

No dia 20 de março, Bolsonaro anunciou que liberaria R$ 8 bilhões das emendas parlamentares para ações de combate ao coronavírus até o fim do mês de março. Mas o forte do presidente não é falar a verdade nem quando se trata de salvar vidas. Prova disso é que, passados vinte dias, foram liberados somente R$ 119 milhões (1,5%) do dinheiro público prometido até agora.

Os valores se referem a emendas parlamentares, que são indicações feitas por deputados e senadores de como o governo deve gastar parte dos recursos previstos no Orçamento.

Ao atrasar as medidas de apoio à população e abandonar estados e municípios, o governo Bolsonaro está agindo para produzir uma convulsão social no país, denuncia o governador do Piaui, Wellington Dias (PT). Em reunião do Diretório Nacional do PT, ele e os governadores Rui Costa (BA) e Fátima Bezerra (RN) cobram aprovação do pacote de ajuda financeira.

 

 

  • Compartilhe