Publicidade

Blumenau terá candidatura coletiva para vereador nas eleições deste ano

  • em


Os cidadãos de Blumenau poderão escolher uma candidatura coletiva no legislativo municipal, nas eleições deste ano.  Entre os principais compromissos assumidos são defesa das políticas de educação, saúde e assistência social como direito público, universal e promotor da inclusão e igualdade social; sustentabilidade por meio da economia solidária, do associativismo econômico, de práticas agroecológicas, da permacultura, da reciclagem e compostagem de materiais e do respeito ao meio ambiente; reconhecimento, defesa e valorização da diversidade – direitos das mulheres, da comunidade LGBTQI+, dos direitos étnico- raciais e da diversidade cultural.

 

A iniciativa, que já é realidade em outros lugares, “quer eliminar o personalismo, fortalecer a participação popular e a democracia política, como agentes para propor mudanças sociais. Como um mecanismo que garante   a diversidade de representação, por ter na sua composição pessoas (militantes), representantes de diversos segmentos sociais”, explica Valmor Schiochet, da assessoria da proposta, apresentada pela tendência Movimento Socialista, corrente interna do Partido dos Trabalhadores (PT). “Enquanto em um mandato tradicional o legislador tem a liberdade de votar de acordo com seus interesses e consciência, no Mandato Coletivo o vereador discute e define, com as pessoas que compõem o mandato, o posicionamento frente às matérias legislativas. o posicionamento coletivo determina o voto do legislador”, frisa. A candidatura coletiva precisa ser registrada em nome de apenas um dos membros que integram a chapa, no Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

 

 

O município catarinense de Blumenau está localizado no Vale do Itajaí e possui 247 mil eleitores aptos para o pleito deste ano.

 

  • Compartilhe