Publicidade

Biosev será, totalmente, incorporada pela Hédera Investimentos

  • em



A paulista Biosev S.A, uma das principais empresas do setor sucroenergético, que produz e comercializa etanol, açúcar e energia limpa por meio da biomassa da cana-de-açúcar, teve nesta sexta-feira a totalidade de suas ações incorporadas pela Hédera Investimentos e Participações S.A., sociedade por ações de capital fechado. A notícia foi informada pela B3 em fato relevante.

 

De acordo com a bolsa paulista, a partir desta segunda-feira (17), as ações de emissão da Biosev deixam de ser negociadas. “Os contratos a termo de ações que estejam ativos no fim do dia 14/05/2021 serão liquidados antecipadamente pela B3 em 18/05/2021”, informou a B3.

 

A Biosev esteve sob controle da Louis Dreyfus Group Company, por meio das holdings Sugar Holdings B.V., NL Participations Holding 2 BV e NL Participations Holding 4 BV. E a Hédera Investimentos e Participações Ltda. também é controlada pela Louis Dreyfus.

 

Na quinta-feira (13), a Biosev comunicou que os acionistas da empresa aprovaram a incorporação de ações em Assembleia Geral Extraordinária realizada em 08 de abril. Os acionistas da Biosev S.A. aprovaram a incorporação das ações da companhia pela Hédera Investimentos e Participações S.A. (Hédera). A incorporação de ações é um dos passos para a incorporação de negócios envolvendo Biosev, Raízen Combustíveis e Raízen Energia (companhias do Grupo Raízen), conforme anunciado ao mercado em fevereiro”.

 

Após a decisão, os acionistas da Biosev que decidiram não exercer seu direito de retirada receberão ações da Hédera, companhia de capital fechado que não solicitará registro de companhia de capital aberto integrante do segmento Novo Mercado. Além da migração dos acionistas da Biosev para sua base, a Hédera receberá a participação da Biosev no Terminal Exportador de Açúcar do Guarujá (TEAG) e assumirá uma parte da dívida reestruturada da Biosev, que constituem etapas obrigatórias para a conclusão da Transação.

 

Reestruturação

 

Como parte da reestruturação societária em andamento da Biosev, estão sendo oferecidas opções de venda aos acionistas minoritários que migrarem para a Hédera, ao preço unitário de US$ 2,00 (dois dólares americanos). Acionistas interessados em aceitar essa oferta deverão assinar o Contrato de Opção de Compra e Venda de Ações com o acionista controlador da Hédera até 30 de abril de 2021.

 

Em fevereiro deste ano, a Biosev anunciou que havia assinado, junto com seus acionistas controladores, um acordo com o Grupo Raízen, estabelecendo os termos e condições para a combinação dos negócios da Biosev com os da Raízen Combustíveis e Raízen Energia (“Empresas do Grupo Raízen”).

 

Como parte da transação, a Biosev se tornará uma subsidiária da Raízen e, em troca, seus atuais acionistas – unidos sob a holding Hédera Investimentos e Participações S.A. (“Hédera”) – receberão uma participação minoritária indireta no Grupo Raízen.

 

Mais informações sobre a transação e os detalhes do Contrato de Opção de Compra e Venda de Ações estão disponíveis no site da Biosev (https://ri.biosev.com/home/fato-relevante/).

 

Do Monitor Mercantil

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *