Publicidade

Biden fala em ‘guerra mundial’ e diz que cidadãos americanos na Ucrânia devem deixar o país agora

  • em



O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, pediu, nessa quinta-feira (10), para que os cidadãos norte-americanos na Ucrânia deixem o país o quanto antes, alertando para um possível “grande conflito com a Rússia”.

 

 

“Os cidadãos americanos devem sair, devem sair agora. Não é como se estivéssemos lidando com uma organização terrorista. Estamos lidando com um dos maiores exércitos do mundo. Esta é uma situação muito diferente e as coisas podem enlouquecer rapidamente”, disse Biden em entrevista à rede de televisão NBC News.

 

 

O presidente descartou a hipótese de enviar tropas para resgatar americanos que tentem fugir do país após o início de uma eventual guerra.

 

“Já será uma guerra mundial quando os EUA e a Rússia começarem a atirar um no outro. Estamos em um mundo muito diferente do que já estivemos”, afirmou.

 

 

Ele aproveitou a entrevista para enviar uma mensagem ao presidente russo, Vladimir Putin. Segundo Biden, se Putin “for tolo o suficiente para entrar, ele é inteligente o suficiente para, de fato, não fazer nada que possa impactar negativamente os cidadãos americanos”.

 

 

As tensões entre Washington e Moscou estão em seu ponto mais alto desde a Guerra Fria.

 

 

Os EUA e seus aliados do Ocidente interpretam a movimentação de tropas russas perto da fronteira ucraniana como preparativos para uma eventual invasão.

 

 

A Rússia já rejeitou reiteradamente as suspeitas, defendendo o direito de mover forças dentro de seu próprio território.

 

 

Moscou acusa a Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) de buscar pretextos para enviar mais equipamentos militares às proximidades das fronteiras russas.

 

 

As tensões na Ucrânia começaram em 2014, após um golpe de Estado apoiado pelo Ocidente.

 

 

Na sequência, as repúblicas populares de Donetsk e Lugansk, no leste do país, proclamaram independência da Ucrânia com apoio da população em referendos. Respectivamente, 89,7% e 96% dos eleitores votaram a favor da causa.

 

 

Porém, na sequência, Kiev lançou uma operação militar para frear as forças independentistas.
A guerra em Donbass já levou à morte cerca de 13.000 pessoas e deixou dezenas de milhares de feridos e mais de 2,5 milhões de deslocados dentro ou fora da Ucrânia.

 

 

Publicado na Sputnik

 

 




SEJA UM AMIGO DO JORNAL BRASIL POPULAR

 

Jornal Brasil Popular apresenta fatos e acontecimentos da conjuntura brasileira a partir de uma visão baseada nos princípios éticos humanitários, defende as conquistas populares, a democracia, a justiça social, a soberania, o Estado nacional desenvolvido, proprietário de suas riquezas e distribuição de renda a sua população. Busca divulgar a notícia verdadeira, que fortalece a consciência nacional em torno de um projeto de nação independente e soberana.

 

 

Você pode nos ajudar aqui:

 

 

Banco do Brasil
Agência: 2901-7
Conta corrente: 41129-9

 

 

BRB

Agência: 105
Conta corrente: 105-031566-6 e pelo

 

 

→  PIX:23.147.573.0001-48
Associação do Jornal Brasil Popular – CNPJ 23147573.0001-48

 

 

E pode seguir, curtir e compartilhar nossas redes aqui:

 

 

📷 Instagram

🎞️YouTube

📱Facebook  

💻Site

 

 

📰🇧🇷BRASIL POPULAR, um jornal que abraça grandes causas! Do tamanho do Brasil e do nosso povo!

🔊 💻📱Ajude a propagar as notícias certas => JORNAL BRASIL POPULAR 📰🇧🇷

 

 

Precisamos do seu apoio para seguir adiante com o debate de ideias, clique aqui e contribua.

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *