Publicidade

Bebê nasce com anticorpos contra Covid-19 na Espanha

  • em


Um bebê nascido na Espanha teve anticorpos contra a Covid-19 e está livre de pegar o vírus pro resto de sua vida. O recém-nascido chegou a ter o teste positivo em um primeiro teste PCR. Após ser respeitado o protocolo de esperar 48 horas para a realização de um novo exame, o segundo diagnóstico deu negativo.

 

Sua mãe estava internada no hospital com o coronavírus, o que reforça a tese de transmissão dos anticorpos no bebê pela placenta da mulher, segundo os médicos.

 

Essa é a hipótese mais aceita pela unidade hospitalar, pois os recém-nascidos não são capazes de gerar por si próprios a imunidade contra o vírus.

 

Há ainda a possibilidade de transmissão no parto, o que pode fazer o bebê testar positivo. De acordo com a Sociedade Espanhola de Neonatologia, o caso é muito raro e será investigado pelos cientistas.

 

E trago novidades promissoras a respeito da nova vacina de Oxford e a farmacêutica AstraZeneca contra a Covid-19.

 

De acordo com as duas instituições, uma forte reposta imunológica foi detectada em idosos que participam da segunda fase de testes da substância no Reino Unido. Eles tiveram poucos ou quase zero de efeitos adversos, o que sugere que se trata de algo que poderá atender públicos diversos.

 

Administrada em pessoas com idades de 56 a 69 anos, assim como em grupos com mais de 70, segundo a AstraZeneca, “é encorajador ver que as respostas de imunogenicidade foram semelhantes entre adultos mais velhos e mais jovens e que a reatogenicidade [geração de efeitos adversos] foi menor em adultos mais velhos, nos quais a gravidade da covid-19 é maior”, complementando que esta é mais uma evidência da segurança do imunizador, chamado de AZD1222.

 

Mais detalhes a respeito do assunto devem ser publicados nas próximas semanas em revista científica.

Wyl Villas Bôas é jornalista e sempre otimista por dias melhores

 

 

  • Compartilhe