Publicidade

Audiência vira palco para atos golpistas no Senado com 11 horas de duração

  • em



Sob o pretexto de debater a fiscalização da propaganda eleitoral, o senador Eduardo Girão (Podemos-CE) convidou parlamentares, advogados e ativistas dos atos antidemocráticos. Com os argumentos de sempre, atacaram o processo eleitoral, o STF, Alexandre de Moraes e ameaçaram a posse de Lula

 

 

Uma audiência da Comissão de Fiscalização e Controle (CTFC) virou palco para atos golpistas no Senado nessa quarta-feira (30). Sob o pretexto de debater a fiscalização da propaganda política eleitoral, o senador Eduardo Girão (Podemos-CE) convidou nomes que não aceitam a derrota de Jair Bolsonaro (PL).

 

 

Ao longo de mais de 11 horas, parlamentares, advogados e ativistas dos atos antidemocráticos usaram os argumentos de sempre. E atacaram o processo eleitoral, as urnas, o Supremo Tribunal Federal (STF) e xingaram o ministro Alexandre de Moraes. Além disso, voltaram a reforçar o pedido de golpe militar. E pior: as ameaças contra a posse de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em 1º de janeiro.

 

 

Entre eles, os deputados federais Carla Zambelli (PL-SP), Filipe Barros (PL-PR), Daniel Silveira (PTB-RJ), Bia Kicis (PL-DF), Osmar Terra (MDB-RS), Marcel van Hatten (Novo-RS) e o senador Luis Carlos Heinze (PP-RS). E os deputados eleitos Gustavo Gayer (PL-GO) e Zé Trovão (PL-SC) e o senador eleito Magno Malta (PL-ES).

 

 

Ato golpista no Senado reúne argumentos derrotados

 

Participaram ainda do ato golpista no Senado o consultor argentino Fernando Cerimedo, dono do canal “La Derecha Diário”, amigo da família Bolsonaro. Fábio Wajngarten, ex-chefe da Secretaria Especial de Comunicação Social do governo federal e também ex-desembargadores.

 

 

“O presidente do Senado está prevaricando, não toma nenhuma providência”, afirmou Sartori. “A solução é o artigo 142”, acrescentou, alegando que não seria um golpe, “mas uma intervenção pontual para que cesse esse estado de coisas”, disse o ex-desembargador Ivan Sartori, do Tribunal de Justiça de São Paulo. O magistrado é favorável à intervenção das Forças Armadas contra a posse de Lula mesmo sabendo que isso não tem amparo na Constituição.

 

 

Fazendo coro a outros bolsonaristas golpistas, Sartori chegou a dizer ainda que o Brasil vive sob “censura generalizada” e “tribunal de exceção”, no caso, por causa de derrotas bolsonaristas da disputa pelo voto impresso e também no caso das propagandas na rádio.

 

 

Golpista inspirada em Sarah Winter ameaça Lula

 

Entre os representantes dos bolsonaristas golpistas estava Carina Belomé. Ativista inspirada em Sarah Winter, Carina é uma liderança gaúcha que apelidou Alexandre de Moraes de “Xandoca” e faz duras ameaças a Lula, a quem xinga também. Na audiência, disse que “o bandido Lula não vai subir a rampa” e que o STF está cheio de “sinistros” que colocam o Brasil em insegurança jurídica com seus atos.

 

 

A audiência de iniciativa do senador Eduardo Girão ocorre em meio a sinais de desmobilização dos bolsonaristas golpistas. O cansaço e a frustração parecem tomar conta do movimento sustentado por empresários. Há um mês nas portas dos quarteis, os manifestantes que já apelaram até para extraterrestres não têm o apoio que esperavam da família Bolsonaro. O desânimo aumentou com a farra de Eduardo na Copa do Mundo do Catar. Nem todos os seguidores acreditaram na versão da denúncia internacional via pen-drives em inglês.

 

 

Foto da capa: A bolsonarista golpista Carina Belomé voltou a xingar Alexandre de Moraes e Lula. E ameaçou a posse do presidente eleito




SEJA UM AMIGO DO JORNAL BRASIL POPULAR

 

Jornal Brasil Popular apresenta fatos e acontecimentos da conjuntura brasileira a partir de uma visão baseada nos princípios éticos humanitários, defende as conquistas populares, a democracia, a justiça social, a soberania, o Estado nacional desenvolvido, proprietário de suas riquezas e distribuição de renda a sua população. Busca divulgar a notícia verdadeira, que fortalece a consciência nacional em torno de um projeto de nação independente e soberana.  Você pode nos ajudar aqui:

 

• Banco do Brasil
Agência: 2901-7
Conta corrente: 41129-9

• BRB

 

Agência: 105
Conta corrente: 105-031566-6 e pelo

• PIX: 23.147.573.0001-48
Associação do Jornal Brasil Popular – CNPJ 23147573.0001-48

 

E pode seguir, curtir e compartilhar nossas redes aqui:

📷 https://www.instagram.com/jornalbrasilpopular/

🎞️ https://youtube.com/channel/UCc1mRmPhp-4zKKHEZlgrzMg

📱 https://www.facebook.com/jbrasilpopular/

💻 https://www.brasilpopular.com/

📰🇧🇷BRASIL POPULAR, um jornal que abraça grandes causas! Do tamanho do Brasil e do nosso povo!

🔊 💻📱Ajude a propagar as notícias certas => JORNAL BRASIL POPULAR 📰🇧🇷

Precisamos do seu apoio para seguir adiante com o debate de ideias, clique aqui e contribua.

 

 

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *