Publicidade

Às vésperas das eleições, governo contrata empresa para disparar 2 bilhões de mensagens para divulgar ‘serviços públicos’

  • em



Presidente nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR), deunciou a iniciativa “como uso e abuso da máquina pública para comprar voto” a apenas 70 dias da realização das eleições

 

 

 Após driblar a legislação e viabilizar um pacote de benefícios sociais no valor de R$ 41 bilhões, o governo Jair Bolsonaro contratou uma empresa para  para disparar quase 2 bilhões de mensagens de texto para telefones com o objetivo de “divulgar os serviços públicos”. A  presidente nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR), afirmou que a iniciativa “é uso e abuso da máquina pública pra comprar voto” e pediu que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) “tome providências” e “coloque freios nessas investidas”.

 

 

De acordo com a revista Veja, os disparos de SMS serão feitos pela empresa TServcom Tecnologia, vencedora da licitação de R$ 84,2 milhões aberta pelo Ministério da Economia. O contrato é válido por 36 meses. “O SMS (mensagem de texto) utiliza uma infraestrutura amplamente difundida e acessada pela população, sem qualquer custo para o cidadão “, justificou a pasta comandada por Paulo Guedes.

 

 

“Não é necessário que haja conexão do cidadão com a internet – basta apenas que o usuário já esteja ativo em uma operadora de telefonia. A iniciativa facilita a distribuição da informação pública e contribui para que os cidadãos sejam melhor atendidos e assistidos”, diz um outro trecho da nota.

 

 

Ainda de acordo com a reportagem, a pasta vem fazendo uso da ferramenta desde abril deste ano, mas renovou o contrato com a TServcom em junho.

 

A presidente nacional do PT, deputada Gleisi Hofmann (PR), usou as redes sociais para afirmar que a iniciativa “é uso e abuso da máquina pública pra comprar voto. TSE [Tribunal Superior Eleitoral]  tem de tomar providências e colocar freios nessas investidas”.

 

 

Foto da capa: O presidente Jair Bolsonaro fala Emprensa após reunião com o ministro da Economia, o dono de offshore Paulo Guedes. (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agꮣia/Abr)




SEJA UM AMIGO DO JORNAL BRASIL POPULAR

 

Jornal Brasil Popular apresenta fatos e acontecimentos da conjuntura brasileira a partir de uma visão baseada nos princípios éticos humanitários, defende as conquistas populares, a democracia, a justiça social, a soberania, o Estado nacional desenvolvido, proprietário de suas riquezas e distribuição de renda a sua população. Busca divulgar a notícia verdadeira, que fortalece a consciência nacional em torno de um projeto de nação independente e soberana.  Você pode nos ajudar aqui:

 

• Banco do Brasil
Agência: 2901-7
Conta corrente: 41129-9

• BRB

 

Agência: 105
Conta corrente: 105-031566-6 e pelo

• PIX: 23.147.573.0001-48
Associação do Jornal Brasil Popular – CNPJ 23147573.0001-48

 

E pode seguir, curtir e compartilhar nossas redes aqui:

📷 https://www.instagram.com/jornalbrasilpopular/

🎞️ https://youtube.com/channel/UCc1mRmPhp-4zKKHEZlgrzMg

📱 https://www.facebook.com/jbrasilpopular/

💻 https://www.brasilpopular.com/

📰🇧🇷BRASIL POPULAR, um jornal que abraça grandes causas! Do tamanho do Brasil e do nosso povo!

🔊 💻📱Ajude a propagar as notícias certas => JORNAL BRASIL POPULAR 📰🇧🇷

Precisamos do seu apoio para seguir adiante com o debate de ideias, clique aqui e contribua.

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *