Publicidade

Ambiente pós pandemia

  • em


Se a Humanidade não deu a devida atenção, quando Al Gore – vice-presidente da gestão Bill Clinton – escreveu Uma Realidade Incômoda, se a escumalha fascista tentou detonar com fake news nossa pirralha planetária Greta Thunberg, chegou a hora de repensar nosso modo de vida neste Planeta.

 

Ainda não há outro a nos esperar, como se a gente fosse fazer uma viagem de passeio a outro país. Nenhuma vacina contra o Covid 19. Nenhuma certeza de nada. Só que é preciso lutar por um outro mundo possível.

 

Muitas dúvidas, medos e angústias. A economia destruidora do ambiente, com queimadas e devastações, tem que ter um fim. Os venenos precisam ser controlados. O consumo desnecessário e supérfluo deve dar lugar ao consumo necessário e consciente.

 

A moda deve ser o reaproveitamento e o reuso. Separar resíduos e reciclar tudo deve ser nosso mantra. Do óleo de fritura que polui águas já escassas deve sair o sabão que tanta falta faz às pessoas carentes.

 

Com fome e sem saneamento haverá mais doenças. Logo, dignidade e saúde são os passos necessários ao equilíbrio.  Hora de combater os males que destroem pessoas, pois sem pessoas dignas não haverá ambiente e sem esta sustentabilidade social, econômica e ambiental haverá o caos.

 

Será um caminho sem volta para quem não deixar sinais de vida neste labirinto de dificuldades. O ambiente depende de nós, seres humanos, e por certo sem um ambiente equilibrado não haverá vida.

 

Que nestas horas de isolamento social e de novos pensares sejamos ousados e possamos superar nossa pequenez.

 

A hora é agora.

 

Nada será como antes, amanhã!

 

Adeli Sell é vereador do PT em Porto Alegre

 

  • Compartilhe