Publicidade

RS: Pra que mudar?

  • em


“O Estado registrou quatro situações de bandeira vermelha nos cálculos do modelo de Distanciamento Controlado. As regiões de Caxias do Sul, Santo Ângelo, Santa Maria e Uruguaiana passaram de bandeira laranja para vermelha nesta sexta rodada do modelo, divulgada neste sábado (13/6) e que entra em vigor na próxima segunda-feira (15/6), com vigência no mínimo nas duas próximas semanas (Dados retirados do Governo do Estado do Rio Grande do Sul – RS.GOV) ”.

 

Diante dessa informação oficial, apenas uma pergunta: pra que mudar? Por qual razão é necessário mudarmos nossos hábitos? Por qual motivo, bem especificamente, precisamos evitar as aglomerações? Pra que mudar nossa higienização? Pra que mudar de pensamento? Será que o bem capital é mais importante que a própria vida?

 

Uma única resposta, cuja aplicabilidade se denota no objetivo real: a vida em primeiro lugar. Pra que mudar? Para não precisarmos nos mudar de nossa própria casa para um leito hospitalar. Por qual razão é necessário mudarmos nossos hábitos? Para que tenhamos possibilidade de ensinar nossos descendentes a novos hábitos. Pra que mudar de pensamento? Para termos oportunidade, futuramente, não tão distante, de olharmos para trás e sorrirmos por termos enfrentado esta pandemia com responsabilidade. Aliás, é responsabilidade de cada um. Na qual, se não sou capaz de cuidar de mim mesmo, será que sou capaz de cuidar de ourem?

 

Neste momento, em nossa sociedade atual, em quem estamos pensando? Será que sabemos o que é pensar no outro? Ou, apenas vivemos por nós mesmos? Obviamente que devemos ter esperança na humanidade. Mas, primeiro, nós precisamos pensar nela. Nós somos pertencentes deste tempo, assim, somos responsáveis pelo nosso ambiente.

 

Notoriamente, ao longo desta semana, mais precisamente em locais públicos, observaram-se aglomerações. Não obstante, grande parte sem as devidas proteções obrigatórias. Assim, será que é pensar no outro? Será que não foi esclarecedor o suficiente a nota emitida pelo Governo Estadual? Pra que mudar?

  • Compartilhe