Publicidade

Presidente do Congresso manda retirar grupo fascista que tentava invadir o local

  • em


Na tarde deste sábado (13), o presidente do Congresso Nacional, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), determinou que a Polícia Legislativa retirasse manifestantes do grupo fascista “300 do Brasil” (na verdade não passam de 30), que ocuparam a área externa do prédio do Congresso, acima dos plenários, onde ficam as cúpulas. Eles também tentaram invadir áreas internas, mas foram impedidos.

 

Por meio de publicação em redes sociais, a líder do grupo, Sara Winter, disse que o acampamento que mantinham em Brasília “foi derrubado”. Em vídeo, ela anunciou: “Subimos o tom e acabamos de invadir o Congresso”.

 

Em nota, a assessoria de imprensa da Presidência do Senado informou que assim que tomou conhecimento do ato, Alcolumbre determinou a retirada do grupo.

 

Leia a nota

 

A assessoria de imprensa da presidência do Senado informa que na tarde desde sábado (13), um grupo denominado “300 do Brasil” tentou invadir áreas restritas do Congresso Nacional. O grupo chegou a subir no prédio, na parte externa onde ficam gôndolas, próximo às cúpulas do Congresso Nacional.

 

Assim que tomou conhecimento do ato, o presidente do Congresso Nacional, senador Davi Alcolumbre determinou à polícia legislativa que fizesse a retirada do grupo. No momento, a polícia negocia com os manifestantes de maneira pacífica.

  • Compartilhe