Publicidade

Governadores acertam fornecimento de vacinas e insumos com a China

  • em



Em reunião com os governadores, o embaixador da China informou a liberação de novos lotes de insumos para produzir 16,6 milhões de doses da CoronaVac AstraZeneca

 

 

Em reunião com o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, nesta quinta-feira, 20, os governadores asseguraram novos lotes de IFA para a produção de 16,6 milhões de doses da CoronaVac e da vacina da AstraZeneca. Participaram da reunião os governadores do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), de São Paulo, João Doria (PSDB), do Piauí, Wellington Dias (PT), e do Amapá, Waldez Góes (PDT).

 

“Na conversa com o Fórum dos Governadores informei a liberação dos novos lotes de IFA para produzir, no total, 16,6 milhões de doses da CoronaVac e da vacina AstraZeneca, que chegarão ao Brasil nos próximos dias. A China, fraterna com o povo brasileiro, está comprometida com a parceria de vacinas”, disse o embaixador”, afirmou o embaixador chinês em seu perfil de Twitter.

 

Segundo o governador Wellington Dias (PT-PI),  coordenador do Consórcio Nordeste, ficou acertado o esforço para manter um cronograma de entregas, como previsão de dois lotes para Fiocruz este mês, parte no próximo dia 25 e outra no dia 29, totalizando IFA (insumos) para 12.000.000 de doses da AstraZeneca e mais 3.000 litros no dia 26 para o Butatan para produção de 4.000.000 doses.

 

 

Ainda de acordo com Dias, o embaixador e o governo da China, juntamente com as empresas, tratarão de agilizar um cronograma para mais fornecimento de 7.000 litros de IFA, ou mais cerca de 10.000.000 de doses, da vacina Coronavac. O mesmo esforço será feito para atender um cronograma de entrega de cerca de 100.000.000 de doses para os laboratórios da Fiocruz e do Butantan, até setembro/21.

 

Os governadores solicitaram entrega de vacina pronta, ficando a Embaixada de tratar sobre pleito de mais doses da Coronavac e cerca de 30 milhões de doses pela SinoPharm, aprovada pela OMS e que já pode ser usada no Brasil. O embaixador, por sua vez, pediu apoio dos governadores para a tramitação célere de outras vacinas que estão na aguardando aprovação da Anvisa, entre elas a Cansino.

 

Os governadores manifestaram a posição de respeito pelo embaixador, pela China e pelo povo chinês, e a gratidão pelas cerca de 100 milhões de doses das vacinas Astrazeneca e Sinovac, através da Fiocruz e do Butantan. De acordo com os governadores, esse volume representa entrega para o Brasil de cerca de 1/4 das vacinas fornecidas para 101 países do mundo – cerca de 380 milhões de doses.

 

 

Enquanto isso …

Enquanto ocorria a reunião, o presidente do país, Jair Bolsonaro promovia nova investida eleitoral no Nordeste, desta vez no estado do Piauí, utilizando estrutura e dinheiro público. Ao mesmo tempo, seus representantes na CPI da Covid promoviam ataques aos governadores, com base em informações falsas e fora de contexto.

 

 

O resultado da reunião com o representante da China evidencia a importância do Consórcio Nordeste e da organização dos governadores e seu papel na defesa da saúde e dos brasileiros. A reunião também contribui para reafirmar as boas relações diplomáticos do Brasil com a China, principal fornecedora de insumos e vacinas ao país.

 

 

 

 

 

Da Redação do site PT na Câmara

 

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *